[the_ad_group id="16401"]
Dieta

Veja vantagens e desvantagens da dieta do metabolismo rápido

Por Redação Doutíssima 24/06/2015

Não é de hoje que muitas dietas procuram aumentar sua taxa metabólica para a perda de peso. A dieta do metabolismo rápido possui uma proposta inovadora e que dá certo. Quer uma prova? É só ver as belas curvas de estrelas como Jennifer Lopez e Reese Witherspoon, adeptas famosas desse método criado pela nutricionista americana Haylie Pomroy.

 

A especialista é autora do livro “Metabolism diet: eat more food and lose more weight”, no qual revela que dietas de baixa caloria fazem seu corpo entrar em modo de inanição e parar de perder peso.

dieta do metabolismo rapido

Tipo de dieta promove plano alimentar que é capaz de acelerar o metabolismo. Foto: iStock, Getty Images

O método da dieta do metabolismo rápido promete acabar com o problema: em todas as fases, você terá alimentos permitidos e aqueles que deverá evitar, sendo possível perder cerca de 10 quilos em 28 dias.

 

Como funciona a dieta do metabolismo rápido

A dieta do metabolismo rápido proposta pela nutricionista consiste em comer certos alimentos em dias específicos para acelerar seu metabolismo – tudo sem fome ou privações. O plano alimentar possui três fases, compostas de três refeições saborosas e dois lanches por dia.

 

1. Fase 1

Durante dois dias, você desfrutará de carboidratos e frutas saudáveis, complementados por proteínas magras. Isso incentiva o seu corpo a usar nutrientes como combustível e impulsionar as endorfinas do seu cérebro. Os alimentos permitidos são frutas, como maçãs, legumes, arroz integral, batata-doce, carne e peixe.

 

2. Fase 2

Nos dois dias seguintes à primeira fase, você deve consumir basicamente proteínas, sem carboidratos e sem gorduras. Os alimentos permitidos são vegetais verdes, ovos brancos, saladas verdes e carnes magras.

 

3. Fase 3

Depois da segunda fase, os próximos três dias são cheios de gorduras saudáveis, com consumo moderado de carboidratos, proteínas e frutas de baixo índice glicêmico.

Essa é a melhor parte do plano, já que você pode comer carboidratos, proteínas e gorduras “boas”. Os alimentos permitidos são frutas, legumes, grãos integrais, proteínas animais e gorduras saudáveis – abacate, nozes, sementes, óleo de coco e húmus.

 

Há desvantagens na dieta do metabolismo rápido?

Segundo a criadora da dieta do metabolismo rápido, essa não é apenas mais uma dieta da moda. Trata-se de um método clinicamente comprovado, que proporciona alimento como um remédio para combater a obesidade, curar doenças crônicas e regular o metabolismo.

Não bastasse tudo isso, você não irá sentir fome porque a dieta permite cinco refeições diárias e não faz restrição de calorias.

 

É possível emagrecer com uma alimentação saudável, apenas respeitando o que deve ser consumido em cada fase da dieta. Por manter um bom índice nutricional durante esse plano, você pode praticar exercícios físicos, desde que com a autorização de seu médico especialista.

O ponto negativo da dieta é que ela não pode ser usada por todas as pessoas. Quem possui doenças crônicas ou problemas para perder peso deve procurar um médico para investigar se o problema não está relacionado com a dificuldade para emagrecer.

Muitas vezes, essa dificuldade está relacionada a outros problemas de saúde. Dessa forma, mesmo que você faça a dieta do metabolismo rápido, talvez não consiga obter os resultados esperados.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]