Esporte

Saiba como tirar proveito do MMA, o esporte de Ronda Rousey

Por Redação Doutíssima 28/08/2015

Ronda Rousey é oficialmente a melhor lutadora de MMA do mundo. Além da vitória sobre a brasileira Bethe Pitbull na edição 190 do UFC, no Rio de Janeiro, a atleta mostrou que esse esporte também é coisa de mulher. Está procurando um desafio para o seu treino? Ele pode ser muito mais divertido do que levantar pesos ou correr em uma esteira.

Ronda Rousey doutissima instagram reproducao 03

Ronda Rousey foi a primeira mulher a assinar com o UFC. Foto: Instagram, Reprodução

 

MMA: treino completo para corpo e mente

O Mixed Martial Arts, ou MMA, é um esporte que está se tornando um dos favoritos em todos os cantos do mundo. O Ultimate Fighting Championship, ou UFC, é a principal competição do esporte e começou em 1993 nos EUA. Depois de 20 anos, em 2013, a disputa foi finalmente aberta para a participação das mulheres.

 

Essencialmente masculina, a modalidade vem mostrando que não é apenas para homens, principalmente com as grandes atuações de musas como Ronda Rousey. O fato é que o MMA é para todos e pode ter benefícios incríveis para o corpo e a mente.

 

Para muitas mulheres que iniciam o esporte a grande motivação é a emoção do desafio. Se já é considerado difícil dominar uma arte marcial, imagine ter autoridade sobre várias. O MMA é um esporte que combina diversas delas, como judô, caratê, jiu-jtsu, muay-thai, boxe, kickboxing e wrestling.

 

As mulheres também estão se tornando cada vez mais interessadas ​​em MMA em razão de seus benefícios fitness. Os exercícios não são apenas ótimos para queima de gordura, mas também perfeitos para desenvolvimento de velocidade, força e agilidade. Combinando pliometria, luta, exercício cardiovascular e musculação, é possível obter um treino para o corpo inteiro.

 

O elemento de autodefesa ainda é outro motivador para o sexo feminino e justifica grande parte do seu interesse. O conhecimento para defender-se, caso o pior venha acontecer, faz com que elas se sintam mais seguras e mais confiantes em qualquer situação.

 

 

Ronda Rousey é inspiração para muitas mulheres

Uma das musas do esporte serve de inspiração para muitas mulheres que, por um motivo ou outro decidem pelo MMA, ou até para aquelas que acompanham as lutas pela televisão. Ela tornou-se um campeã de judô, inclusive medalha de bronze olímpica de 2008, mas se aposentou aos 21 anos e foi trabalhar como garçonete.

 

Em 2010, fez sua estreia amadora no MMA, com uma vitória por meio de uma chave de braço depois de apenas 23 segundos. Rousey foi a primeira mulher a assinar com o UFC, e atualmente é a lutadora campeã mundial invicta de MMA na categoria peso-galo.

 

No entanto, não é apenas talento que torna Ronda Rousey admirável. Além do sucesso dos ringues, ela mostra amor ao esporte e ao próximo. Após sua vitória recente no Brasil, a esportista americana deixou seu cinturão no País, no Instituto Reação, uma organização não governamental criada pelo ex-judoca Flávio Canto.

“As crianças me inspiram muito, porque elas trabalham duro. Por isso que achei certo que o cinturão que eu ganhei no Brasil ficasse no Brasil. Acho que ele tem um destino melhor aqui do que juntando poeira na minha casa”, disse a campeã.

O objetivo de Ronda, além de cumprir a promessa feita antes da vitória em cima da brasileira, é inspirar os jovens que participam do projeto – moradores da Rocinha, considerada a maior favela brasileira.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros