Ter um bebê é uma experiência simples e natural para a maioria dos casais, mas para outros pode ser bastante difícil. Muitas vezes, o problema está no homem e, por isso, é importante conhecer as causas de infertilidade masculina.

 

Segundo dados do Ministério da Saúde, o problema explica cerca de 40% dos casos de esterilidade no País. No entanto, pode ser revertido com o tratamento adequado.

causas de infertilidade masculina
Doença que afeta os vasos testiculares é a principal causa da infertilidade masculina. Foto: Shutterstock

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a infertilidade é a incapacidade de um casal para alcançar a concepção ou levar uma concepção a termo após um ano ou mais de relações sexuais regulares sem proteção contraceptiva.  

 

Causas de infertilidade masculina

No caso da infertilidade dos homens, alguns problemas podem impedir que as células se transformem em espermatozoides. Em alguns casos, eles impedem o esperma de alcançar o óvulo, e em outros a resposta está até mesmo na temperatura do escroto – capaz de afetar a fertilidade.

 

A varicocele, doença que acomete os vasos testiculares, é a principal das causas de infertilidade masculina observada em consultórios de urologistas e clínicas de reprodução humana assistida. Ela se refere a um tipo de inchaço das veias que drenam o testículo.

 

“Em adultos, a varicocele é responsável por 40% dos homens com diagnóstico de infertilidade primária. Essa forte relação existente torna a varicocele a mais frequente e importante causa tratável de infertilidade masculina”, explica Daniel Cernach Ayres, urologista do Hospital Samaritano.   

 

Há outros fatores que também podem ser causas de infertilidade masculina, como problemas físicos com os testículos, bloqueios nos canais que transportam o esperma, problemas hormonais, história de febres altas ou caxumba, doenças genéticas, estilo de vida e fatores ambientais.

Um estudo britânico publicado na revista Human Reproduction indica que a diabetes também é uma das possíveis causas para a infertilidade.

 

Além disso, a idade é capaz de ter um grande impacto na capacidade sexual do homem, considerados os parâmetros de esperma e fertilidade.

“Essas alterações contribuem para diminuição da fecundidade e do aumento do tempo para concepção”, indica Daniel Cernach Ayres. Estudos relatam que a partir dos 50 anos, há diminuição da concentração de espermatozoides.

 

infertilidade masculina infográfico

Andar de bicicleta pode causar infertilidade?

Muitas pessoas acreditam que andar de bicicleta pode afetar a qualidade do esperma masculino. Isso é realmente verdade. Segundo o urologista do Hospital Samaritano, ciclistas de longas distâncias estão sujeitos à piora na qualidade do sêmen, muitas vezes associada à infertilidade.

“A principal alteração encontrada no espermograma é a baixa concentração de espermatozoides”, explica o especialista.

 

No entanto, essas alterações são vistas em atletas de alta performance. Se você pratica o esporte como hobby e com moderação, não há impacto grave em relação à qualidade e à produção de espermatozoides.

 

Muitas vezes, é difícil identificar a causa exata da infertilidade – e o tratamento do problema depende dessa descoberta. Quando é possível apontá-la, em certos casos há tratamentos. Eles incluem uma variada lista de opções, como terapia hormonal, cirurgia para corrigir varicoceles e tratamento de infecções ou patologias subjacentes.

 

Quando não é viável determinar a causa – e fica prejudicado o tratamento – ou caso o problema não tenha cura, os homens podem recorrer a técnicas de reprodução assistida. De acordo com o Ministério da Saúde, existem nove unidades hospitalares no Brasil que oferecem tratamentos para infertilidade pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 

 

É fã do Doutíssima? Acompanhe o nosso conteúdo pelo Instagram!


DEIXE UMA RESPOSTA