O retoque de raiz faz parte da realidade feminina. As alterações de cor no comprimento dos fios demandam também uma manutenção próxima ao couro cabeludo. Isso quando o retoque não é uma forma de esconder aquele fiozinho branco indesejado. Por isso, vale a pena conferir algumas dicas sobre como fazer esse procedimento.

O primeiro sinal de que é necessário fazer um retoque de raiz é quando a cor natural dos cabelos começa a aparecer. A partir do momento em que é possível perceber uma diferença na tonalidade entre os fios que estão nascendo no topo da cabeça e os do comprimento, é hora de fazer a manutenção.

retoque de raiz - doutissima - iStock
Seguir as orientações de aplicação da tintura é importante para assegurar madeixas saudáveis. Foto: iStock, Getty Images

Retoque de raiz: como manter o fio saudável?

Nem sempre é necessário recorrer ao salão de beleza para fazer um retoque de raiz. Quem já possui certa familiaridade com tinturas, sabe que não é tão difícil realizar o procedimento em casa. Mas é indispensável seguir algumas orientações para garantir que o cabelo continuará saudável após o processo.

Para retocar a raiz em casa, é preciso dividir o cabelo em cerca de quatro mechas. Essa quantidade varia, dependendo do tamanho e do volume das madeixas. O ideal é deixar os fios divididos em mechas finas, para que o maior número possível deles receba a tintura.

Para começar a tingir a raiz, a orientação é iniciar pelas mechas que nascem na parte frontal da cabeça: ali onde crescem os fios. Principalmente porque o cabelo virgem demora mais a absorver a tintura. Neste caso, a tinta precisa agir por, no mínimo, 35 minutos.

Caso você vá colorir o resto do cabelo também, lembre-se de que no comprimento a tintura demora menos tempo para agir. Em cerca de dez minutos de contato com o fio a cor já será reavivada.

Já quem lançar mão da tintura com o intuito de esconder cabelos brancos, deve aplicar a tinta, especialmente, na parte frontal da cabeça, nas divisórias do couro cabeludo e na nuca. Para fazer o procedimento, a recomendação é optar por uma tintura cerca de um tom mais clara que os fios originais.

Lembre-se de que os químicos presentes nas tinturas podem danificar e ressecar os fios de cabelo. Por isso, faça uma hidratação com máscara em casa, cerca de uma semana após o retoque. Assim, o cabelo não perde o brilho e a sedosidade.

Raiz escura é tendência

Se você começa a se preocupar ao primeiro sinal de uma diferença de cor entre a raiz e o comprimento do cabelo, saiba que esse aspecto nas madeixas já não é mais necessariamente brega. As mulheres adeptas do loiro moderno já deram pinta com a raiz apagada e mais escura, próxima do tom natural dos fios.

Assim, o visual fica menos “loiro artificial”. Quer uma prova de que isso pode funcionar? Fique de olho no look das famosas. No Brasil, Giovanna Ewbank é um ótimo exemplo de um loiro com a raiz escura que fica super fashion.

As atrizes Blake Lively, Deborah Secco e Carolina Dieckmann, além das cantoras Shakira e Fergie também já aderiram ao look. Referências não faltam para você investir nesse visual moderninho.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 

 

É fã do Doutíssima? Acompanhe o nosso conteúdo pelo Instagram!


DEIXE UMA RESPOSTA