Receitas

Carnes para churrasco: saiba como escolher e temperar

Por Redação Doutíssima 20/09/2015

Em 20 de setembro é comemorado o Dia do Gaúcho, e nada melhor para a ocasião do que um delicioso churrasco. Para que ele fique igual ao tradicional, é preciso ter atenção na escolha das carnes para churrasco e na preparação. Se você quer assar essa delícia da culinária gaúcha, esqueça a grelha porque a carne é feita no espeto.

 

Churrasco é tradição do povo gaúcho

O termo gaúcho se refere às pessoas que nascem no Estado do Rio Grande do Sul. Esse povo é cheio de tradições, que há séculos passam de pai para filho. No Dia do Gaúcho também é comemorada a Revolução Farroupilha, que marca a luta desse povo por melhores condições econômicas e ocorreu entre 1835 e 1845.

carnes para churrasco

Picanha, maminha e alcatra são algumas das tradicionais carnes presentes no churrasco gaúcho. Foto: iStock, Getty Images

Os gaúchos se reúnem para celebrar a data até hoje: vestem roupas tradicionais como a pilcha e o vestido de prenda, passam os dias em acampamentos, e até mesmo comem refeições feitas no fogo de chão. O chimarrão está sempre presente, assim como as músicas tradicionalistas e a rica gastronomia, como o arroz carreteiro.

 

No entanto, é o churrasco o favorito entre o povo da região nessa época do ano. Ele existe há mais de meio século, e surgiu com os tropeiros que ficavam longos períodos no campo conduzindo rebanhos. Para eles, a principal refeição do final do dia era um pedaço de costela fresca, assada em espeto e temperada com sal grosso nas brasas de um fogo de chão.

 

Como escolher as carnes para churrasco

Se há algo que diferencia o churrasco gaúcho do preparado em outras regiões do país são as carnes para churrasco escolhidas. Isso porque elas devem ser macias para o tipo de cozimento. A dica é escolher as que tenham coloração vermelha rosada, que indicam que o gado é mais jovem.

 

As principais e mais tradicionais carnes para churrasco são vazio, maminha, alcatra, contrafilé, filé mignon e, é claro, picanha e costela. O churrasco gaúcho pede uma peça inteira de cada tipo de carne, podendo acompanhá-las frango ou linguiça. Além disso, serão necessários carvão e sal grosso.

 

Como preparar

Para preparar um verdadeiro churrasco gaúcho, limpe bem a churrasqueira, coloque o carvão e acenda o fogo. Aguarde o fogo baixar porque a carne é assada apenas na brasa – do contrário, ela pode ficar com gosto de fumaça. Enquanto isso, espete e salgue a carne.

 

Para espetá-la à moda gaúcha, é só colocar a carne no espeto longitudinalmente, deixando-a bem presa entre os dentes do espeto, para que não caia dentro da churrasqueira. Depois, salgue-as com sal grosso, e coloque-as para assar. Quanto ao tempo de cozimento, irá depender do tamanho da peça de carne escolhida.

Os acompanhamentos do churrasco também possuem tradição. Para isso, nada melhor do que uma salada feita com batata cozida e maionese caseira, ou então rechear alguns pães com pasta de alho e colocá-los junto com a carne na churrasqueira.

A combinação é espetacular e uma ótima opção para o almoço de domingo. Afinal, no Rio Grande do Sul, domingo é dia de churrasco.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 

 

É fã do Doutíssima? Acompanhe o nosso conteúdo pelo Instagram!


Sites parceiros