Em qualquer restaurante francês, o boeuf bourguignon é referência. Composto de carne refogada em vinho tinto e normalmente servido com batatas e feijões franceses, o prato é rico em sabores e uma ótima opção para aquele jantar especial a dois ou com a família. Além disso, você pode prepará-lo em casa.

 

Boeuf bourguignon: uma receita cheia de tradição

Esse prato tem raízes na Borgonha, região da França a 100 km de Paris. O boeuf bourguignon é um picado de carne delicioso, muitas vezes, feito com o premiado gado Charolês – que tem baixo teor de gordura e temperamento gentil.

boeuf bourguignon
Picado de carne tradicional na França é opção  para jantares e momentos especiais. Foto: iStock, Getty Images

O chef francês Auguste Escoffier foi o primeiro a publicar a receita no início dos anos 1920. Mais tarde, Julia Child, autora de vários livros de culinária e apresentadora de TV, usou cubos de carne em substituição à peça inteira, trazendo o boeuf bourguignon ao conhecimento da nova geração de cozinheiros.

A preparação desse prato leva algum tempo, já que é preciso amaciar a carne e intensificar os sabores.

 

Culinária francesa em casa: boeuf bourguignon

Uma versão deliciosa de boeuf bourguignon é proposta por Julia Child em seu livro Mastering the Art of French Cooking (“Dominando a Arte da Culinária Francesa”, em tradução livre). Essa receita foi destaque no filme Julie & Julia, inspirado na arte culinária dessa estrela da TV americana. Veja como fazê-la.

 

Ingredientes:

– 200 gramas de bacon picado

– 3 1/2 colheres de sopa de azeite de oliva

– 1 ½ de carne magra cortada em cubos de 5 cm

– 1 cebola picada

– Sal e pimenta

– 2 colheres de sopa de farinha

– 3 copos de vinho tinto, jovem e encorpado

– 3 copos de caldo de carne

– 1 colher de sopa de extrato de tomate

– 2 dentes de alho amassados

– 1/2 colher de chá de tomilho

– 1 folha de louro desintegrada

– 20 pequenas cebolas brancas

– 3 1/2 colheres de sopa de manteiga

– Bouquet garnit (4 raminhos de salsa, meia folha de louro, um quarto colher de chá de tomilho, amarrados)

– 300g de cogumelos frescos

 

Modo de preparo:

Refogue o bacon picado e uma colher de sopa de azeite em uma caçarola em fogo moderado por 2/3 minutos, até dourar levemente e reserve. Na mesma panela, adicione a carne e refogue até dourar todos os lados. Nessa mesma gordura, coloque os vegetais cortados.

 

Retorne a carne e o bacon à caçarola e misture com 1/2 colher de chá de sal e 1/4 colher de chá de pimenta. Em seguida, polvilhe a farinha e misture novamente. Misture o vinho e caldo, apenas o suficiente para cobrir a carne.

Adicione extrato de tomate, alho e ervas. Leve para ferver em fogo baixo por 3/4 horas. A carne está pronta quando o garfo consegue perfurá-la facilmente.

 

Enquanto a carne está cozinhando, prepare cebolas e cogumelos. Aqueça uma colher e meia de sopa de manteiga e meia colher de sopa de óleo até borbulhar em uma frigideira. Adicione cebolas e refogue em fogo moderado por 10 minutos.

Adicione 1/2 xícara de caldo, sal e pimenta a gosto e o buquê de ervas. Tampe e cozinhe lentamente por 40/50 minutos até que o líquido tenha evaporado. Remova o bouquet de ervas e reserve.

 

Limpe a frigideira e aqueça o restante do azeite em fogo alto. Então, adicione os cogumelos e mexa por quatro a cinco minutos. Assim que eles começarem a dourar levemente, retire do fogo. Sirva na caçarola ou organize o cozido em um prato rodeado de batatas, macarrão ou arroz, decorado com salsa.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 

 

É fã do Doutíssima? Acompanhe o nosso conteúdo pelo Instagram!