Quem nunca se deparou com um problema desses? Está dando uma festa e, de repente, acaba a cerveja e não tem opções geladas no supermercado. Ou, então, o freezer está cheio e não há espaço para guardar latinhas. Por isso, dicas para gelar bebidas são sempre importantes de se ter na manga.

gelar-bebidas-Fortissima-iStock-Getty-Images
Truques fáceis ajudam a gelar bebidas de forma rápida e prática. Foto: iStock, Getty Images

Como gelar bebidas mais rápido: três maneiras

Quer algumas dicas para gelar bebidas e deixar a água, o refrigerante ou a cerveja do churrasco no ponto para o consumo? Então olha essas dicas!

1. Gelo + sal + álcool

Providencie um cooler ou caixa de isopor e encha-o de pedras de gelo. Adicione duas colheres de sopa de sal e 500 ml de ácool. E pronto. Coloque as latas dentro e deixe lá por três minutos, virando-as de vez em quando.

A mistura de sal e álcool produz uma reação endotérmica que “rouba” o calor dos recipientes no gelo, fazendo com que eles fiquem gelados mais rapidamente.

2. Toalha molhada

Esse truque é bem simples e não requer nenhum material complexo. Basta pegar uma toalha ou pano de prato que absorva uma boa quantidade de água, umedecê-la e enrolar na garrafa ou lata da bebida que você deseja gelar.

Depois, é só colocar a garrafa no freezer por um curto período de tempo, fazendo com que a água no tecido congele e roube o calor contido na superfície do objeto, diminuindo sua temperatura. O truque também funciona com um guardanapo de papel molhado.

3. Spin chill

Pra quem quer investir em um aparelho específico para a tarefa de gelar bebidas, já existe ferramenta para esse fim: o spin chill. Criado para acelerar o resfriamento de bebidas, o resfriador portátil funciona fixando a lata ou garrafa no aparelho.

Ligado e mergulhado no gelo, ele gira a embalagem rapidamente, resfriando-a em um a dois minutos (latas) ou cinco a 10 minutos (garrafas de vinho).

Temperatura ideal

Agora que você sabe como gelar bebidas rapidamente, que tal aprender quais são as temperaturas ideais de cada uma delas? É claro que há uma questão de gosto, mas confira qual é o consenso para que você não altere as propriedades da sua bebida favorita gelando-a demais:

Refrigerante: para que não congele, alterando as propriedades originais, a temperatura ideal é de 3ºC.

Vinho: para tintos, o aceitável é uma temperatura de 15ºC, enquanto vinhos brancos são melhores para consumir entre 10 e 12ºC. A má conservação da bebida pode levar à oxidação.

Whisky: de 18ºC a 20ºC.

Vodka: normalmente o consumidor aprecia com gelo e em alguns casos somente gelada. A melhor consistência e sabor da bebida são obtidos abaixo de 0ºC

Cachaça: é mais comum sob temperatura ambiente, mas assim como a vodka, não congela, facilitando a vida de quem prefere geladinha.

Cerveja: varia de acordo com o tipo. 0ºC a 4ºC para as sem álcool, 5ºC a 7ºC de trigo claras e pilsen, e 8ºC a 12ºC para cervejas de trigo escuras.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!