Clínica Geral

Como diminuir o colesterol: veja alimentos que ajudam na tarefa

Por Redação Doutíssima 04/11/2015

O colesterol alto não é somente ocasionado pela alimentação rica em gorduras e pobre em nutrientes. De acordo com o Instituto do Coração (Incor), quase 700 mil brasileiros carregam a característica por origem genética. Desse total, menos de 1% sabe que está doente. Seja herança de família ou maus hábitos, é essencial para a saúde do coração saber como diminuir o colesterol.

Apesar de ser apontado como vilão, o esteroide encontrado nas membranas celulares e transportado no plasma sanguíneo é importante na produção de hormônios sexuais, vitamina D e desempenha o papel de origem dos sais biliares, responsáveis por tornar solúvel as gorduras no sangue.

como-diminuir-o-colesterol-doutissima-istock-getty-images

Vegetais crus ou cozidos, frutas vermelhas e peixes magros são alimentos recomendados. Foto: iStock, Getty Images

Conheça os perigos dos altos níveis de colesterol e veja como diminuir seus efeitos por meio da alimentação e atividades físicas.

 

Como diminuir o colesterol: alimentos que ajudam

Não há segredo em como diminuir o colesterol. Para o cardiologista do Hospital Israelita Albert Einstein, Antonio Carlos Bacelar Nunes Filho, há uma série de alimentos que podem ajudar a reduzir os níveis. “Dê preferência ao cereais de grão integral, vegetais crus e cozidos ao invés de preparados na manteiga ou creme, e legumes como a soja e a proteína da soja”, enumera.

O profissional destaca que as frutas frescas devem estar diariamente no cardápio, mas frutas secas e compota de frutas devem ser evitadas. Prefira peixes magros e frango sem pele, e consuma moderadamente carne bovina e de porco.

 

 

As frutas vermelhas – como morango, framboesa, amora, mirtilo, goji, cereja e açaí – ajudam a controlar as taxas e atuam na prevenção da hipertensão arterial. Peixes como atum, sardinha e salmão são ricos em ômega 3, gordura que diminui a passagem do colesterol ruim pela parede das artérias.

Entre os laticínios e ovos, o médico aconselha o leite e iogurte desnatados e a clara do ovo. Em relação ao preparo dos alimentos, destaca a importância dos grelhados e cozidos no vapor para evitar as frituras.

Perigos do alto colesterol

Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), realizada pelo Ministério da Saúde em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) entre 2013 e 2014, 18,4 milhões de brasileiros com mais de 18 anos apresentam colesterol alto.

De acordo com o cardiologista, os níveis elevados do esteroide no sangue levam à aterosclerose, doença caracterizada pelo acúmulo de placas de gordura nas artérias do corpo. “Quando esse acúmulo atinge as artérias do coração podem causar o infarto do miocárdio, assim como quando atingem os vasos cerebrais podem causar o conhecido derrame”, explica.

Além disso, o médico afirma que o colesterol alto pode causar obstrução nas artérias das pernas, o que leva ao caso de doença vascular periférica, culminando até mesmo na amputação dos membros. Ele seria responsável ainda por causar aneurisma na veia aorta, principal artéria do corpo.

“O alto nível de colesterol é apenas um dos vilões, assim como fumar, a pressão alta, diabetes e obesidade, todos fatores de risco para doenças de aterosclerose”, confirma.

 

O cardiologista afirma que a melhor maneira de lidar com o colesterol alto é passar por exames para adotar medidas que previnem o surgimento. Caso o paciente já apresente taxas elevadas, a prática de atividade física aliada à boa alimentação são as melhores opções para garantir uma vida saudável.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


Sites parceiros