[the_ad_group id="16401"]
Guia dos Dentes

Dentes do siso: mitos e verdades

Por Redação Doutíssima 29/01/2014

Quando o dentista dá a sentença e diz que você precisa tirar o siso, é comum que bata aquela preocupação. Isso acontece porque há vários mitos sobre o assunto que são difundidos há anos. Mas você já parou para pensar se eles realmente são verdades? 

Conheça os mitos sobre os dentes do siso

Os sisos são o último conjunto de dentes que aparecem na boca, o que costuma ocorrer nos primeiros anos da idade adulta. Com toda essa demora, há tempo de sobra para especular e é aí que surgem mitos como os listados a seguir.

Os dentes do siso devem ser sempre removidos

Eles nem sempre causam problemas quando aparecem. Em realidade, a extração pode ser desnecessária se eles são saudáveis e alinhados. Porém, a maioria dos casos representa complicações. Conforme a Associação Americana de Cirurgiões Oral e Maxilofacial, estima-se que 85% sejam removidos.

 

É necessário consumir sorvete após uma extração

Felizmente, essa é uma verdade. O sorvete ajuda porque é macio e derrete na boca, mas também porque é frio e atenua o inchaço causado pela remoção dos dentes.

É melhor removê-los antes de iniciar tratamento ortodôntico

Varia em cada caso. Embora exista alguma preocupação de que esses dentes dificultem a mobilidade dos demais e os efeitos do tratamento, estudos recentes têm mostrado que raramente isso acontece. É importante discutir o assunto com o seu dentista.

Mito: todas as extrações são perigosas

Extrações dentárias se tornaram um procedimento padrão e perfeitamente seguro para os pacientes. Elas são realizadas somente quando necessárias, para evitar infecção ou outros problemas.

siso

Nem sempre o siso precisa ser removido. Foto: iStock, Getty Images

Identificando quando existe um problema

Os dentes do siso podem ficar impactados – quando não há espaço suficiente em sua boca para eles. Mesmo nesses casos, é possível que seja indolor e você nem perceba que eles estão lá. Em compensação, há casos em que ele é capaz de inchar – machucando e fazendo você sentir dor em dentes próximos.

Nesse último caso, é importante procurar um profissional. Dentes impactados muitas vezes levam a infecções que, quando não tratadas, podem se disseminar para garganta ou pescoço. Não bastasse isso, eles às vezes empurram os molares vizinhos e levam a movimentações dentárias, cáries ou doenças gengivais.

Os sintomas incluem inchaço da gengiva e dificuldade para abri-la, mau hálito e dor ao abrir a boca, mastigar ou morder. Esses sinais são capazes de ocorrer por vários dias e, em seguida, desaparecer. Porém, muitas vezes voltam semanas ou meses mais tarde.

Para casos em que o dente está impactado e incorporado ao osso, o cirurgião irá fazer uma incisão na gengiva e removê-lo. Logo depois desse procedimento, inchaço e sensibilidade na face e no pescoço são comuns. Geralmente, gelo e analgésicos são prescritos para o alívio da dor.

E você, já teve problemas com o siso? Deixe um comentário! E não esqueça de compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]