[the_ad_group id="16403"]
Dica do Nutricionista

Quem vive mais: vegetarianos ou carnívoros? Veja a resposta que pode te ajudar a decidir qual caminho seguir

Por Redação Doutíssima 06/05/2014

Comer carne vermelha em excesso aumenta as chances de desenvolver doenças cardíacas. Por esse e outros fatores, algumas pesquisas defendem a adoção de uma dieta vegetariana para atingir maior longevidade. Mas será mesmo a carne uma vilã da maior expectativa de vida? Afinal, quem vive mais: vegetarianos ou carnívoros?

Se você pensa em viver mais, mas tem dúvidas se é mais vantajoso integrar o times de vegetarianos ou carnívoros, uma pesquisa publicada realizada pela revista médica JAMA Internal Medicine, dos Estados Unidos, confirmou a relação entre a longevidade e a dieta vegetariana.

Na batalha pela longevidade, adeptos dos vegetais tem maior expectativa de vida. Foto: Shutterstock

Na batalha pela longevidade, adeptos dos vegetais tem maior expectativa de vida. Foto: Shutterstock

Os 73.308 participantes do estudo foram separados em cinco grupos, de acordo com seu consumo alimentar: não vegetarianos, semi-vegetarianos, vegetarianos que consomem peixes e frutos do mar, ovo-lacto-vegetarianos (que consomem produtos derivados do leite e ovos) e veganos (que excluem todos os produtos de origem animal).

Eles foram acompanhados por seis anos e, durante esse período, foram constatadas 2.570 mortes entre os voluntários, sendo que os vegetarianos tinham um índice de mortalidade 12% menor. Ou seja, na dúvida entre vegetarianos ou carnívoros, ponto para aqueles que não comem carne.

A análise demonstrou que a dieta vegetariana (sem gordura animal) está relacionada com um menor risco de doenças crônicas, como a síndrome metabólica, a hipertensão, a diabetes, a doença isquêmica do coração e a mortalidade por doenças renais.

Observou-se, também, que o grupo de vegetarianos era composto majoritariamente por pessoas mais velhas, casadas e com maior nível educacional. Segundo os pesquisadores, eles bebiam menos álcool, fumavam menos, se exercitavam mais e eram mais magros do que os carnívoros.

Quem vence: vegetarianos ou carnívoros?

Se na pesquisa norte-americana, entre vegetarianos ou carnívoros, a longevidade ficou ao lado do primeiro grupo, outra pesquisa veio para reforçar essa tese. Estudiosos da Cancer Research, no Reino Unido, identificaram que as pessoas que não consomem carne têm uma probabilidade significativamente menor de sofrerem com cânceres de diversos tipos, na comparação com aquelas que incluem carne em sua dieta.

Parece não haver mais dúvidas entre quem vive mais, se vegetarianos ou carnívoros. Por esse e outros motivos, o vegetarianismo tem ganhado cada vez mais adeptos. São pessoas que evitam o consumo de gordura animal, principalmente da saturada, proveniente da carne vermelha, reduzindo assim os riscos de doença do coração, níveis elevados de colesterol e triglicérides

Tipos comuns de vegetarianismo

Agora que não resta dúvida se a vitória da longevidade é de vegetarianos ou carnívoros, procure conhecer mais sobre os tipos de vegetarianismo.

A dieta semi-vegetariana é menos restritiva. Nela, o consumo de carne é limitado a, no máximo, três refeições da semana.

Já a dieta ovolactovegetariana exclui da alimentação todos os tipos de carnes de animais, mas permite a ingestão de ovos, leite e seus derivados.

Por sua vez, a dieta vegetariana exclui qualquer alimento de origem animal, como ovos, leite e todos os tipos de carne. Se feita da maneira correta, essa dieta realmente diminui a chances de doenças e traz mais vigor ao corpo.

Por fim, a dieta vegana vai além da alimentação. Além de não consumirem produtos de origem animal, os veganos adotam um estilo de vida que não utiliza nada de origem animal. Eles evitam também produtos de couro, lã, seda e de outros até menos óbvios que também são de origem animal, como óleos e secreções presentes em sabonetes, xampus, cosméticos, detergentes e perfumes.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

Saiba mais:

Conheça os malefícios do sobrepeso para sua saúde bucal

Tratamento para obesidade: quando é hora de procurar e quais os melhores tratamentos paracombater o excesso de peso

Ler as informações nutricionais do rótulo dos alimentos pode ajudar a perder peso

Não espere mais! Aprenda como acelerar o metabolismo e perca peso ainda mais rápido

Composição corporal: o que você precisa saber para perder peso com saúde e de maneira definitiva

DIETA DE PROTEINAS : Já ouviu falar na dieta de proteínas? Saiba mais sobre essa dieta, suasconsequências e possíveis benefícios para saúde e perda de peso

Saiba mais sobre a nova maneira de perder peso: aplicativos para dieta nos smartphone

16 dicas para perder peso

Antes e depois: Mãe de dois, Perlla comemora perda de peso

Metade da população de São Paulo está acima do peso

Aparelho de Musculação ou peso livre: qual a diferença?

8 Hábitos que garantem uma dieta para perder peso

Um em cada três adultos tem excesso de peso ou é obeso

Como aumentar seu peso


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]