[the_ad_group id="16403"]
Relacionamento

Entenda o que pode fazer para saber como evitar a infidelidade no relacionamento

Por Redação Doutíssima 03/10/2014

É comum que as pessoas busquem fórmulas mágicas de aprender como evitar a infidelidade. O primeiro passo está certamente em evitar o afastamento do casal, que muitas vezes ocorre antes mesmo do surgimento de uma terceira pessoa. Sim, é preciso ter em mente que os relacionamentos extraconjugais são fruto da desconexão entre os membros do casal.

como-evitar-a-infidelidade

Não dê chances para o azar e tenha uma relação feliz com o seu amado. Foto: Shutterstock

Para entender a infidelidade é preciso compreender o que significa estar emocionalmente ligado ao cônjuge. Pequenas atitudes podem ser eficientes em saber como evitar a infidelidade: atenção ao outro, percebendo detalhes como se ele ou ela teve um bom ou mau dia pela expressão com que entra em casa.

Atenção em descobrir como evitar a infidelidade

Também é importante conhecemos os seus amigos mais próximos e as pessoas que ele(a) não suporta, bem como sabermos o que se passa no trabalho e as suas preocupações relacionadas a família.

Uma forma de aprender como evitar a infidelidade é manter-se interessado nos projetos do seu cônjuge desde os sonhos mais arrojados até os pequenos projetos. É importante ainda demonstrar preocupação com seus medos e aflições.

Se esse laço estiver bem fortalecido, momentos que tendem a gerar um afastamento – como por exemplo o nascimento dos filhos, a perda de um familiar, uma situação de desemprego ou doença – não serão suficientes para gerar uma crise no casal a ponto de que haja infidelidade de algum dos lados.

Além disso, uma das formas de descobrir como evitar a infidelidade está em sempre investir em períodos a dois, em que possam namorar e conversar. Quando pelo menos um dos cônjuges deixa de olhar para o casamento como a sua prioridade, permitindo que outras áreas da vida se sobreponham à família, a tendência é de que o outro busque o amparo em uma terceira pessoa.

Prioridade para saber como evitar a infidelidade

A relação deve ser uma prioridade independentemente das adversidades. Além disso, é fundamental que haja sempre tempo para desfrutar dos momentos a dois. Também é de suma importância buscar ao máximo estabelecer diálogos e não nutrir brigas.

Isso porque, se for permitido que o ressentimento cresça, é relativamente fácil começar a se sentir incompreendido, ao invés de tentar colocar-se na pele do cônjuge.

Mas mesmo que o relacionamento siga esses passos, é possível que o casal se confronte com a sensação de que a ligação emocional já não é a mesma de que se vivia no início do relacionamento. Entenda que, embora essa falta de conexão seja normal, ela deve ser resolvida.

A primeira coisa a fazer é precisamente reconhecer que esse problema existe. Depois é preciso enfrentá-lo, falar abertamente sobre os sentimentos, evitando atacar ou culpar o cônjuge. Junto, o casal é capaz de buscar alternativas que lhe reaproxime.

No entanto, caso sintam-se incapazes de o fazer sozinhos, uma boa alternativa é recorrer à terapia de casal. Lembrando que quanto mais cedo houver a busca por ajuda, maior a probabilidade de sucesso e, consequentemente menor a chance da ocorrência de uma relação extraconjugal.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]