Sexualidade

Aprenda a distinguir os sintomas da ninfomania

Por Redação Doutíssima 26/10/2014

É comum que de, forma descontraída, se use o termo ninfomania para caracterizar uma pessoa que gosta muito de sexo. Mas esse termo é usado para designar uma doença real, que deve ser tratada com seriedade.

Ninfomania, também conhecida como transtorno sexual compulsivo consiste em uma disfunção na qual a mulher sente uma vontade incontrolável de manter relações sexuais.

Essa condição também pode atingir os homens. Mas nesses casos, a nomenclatura correta é satiríase. O termo “ninfomaníaca” é usado apenas para caracterizar as mulheres. O distúrbio, na literatura médica, pode ainda receber o nome de transtorno do desejo sexual hiperativo, compulsão sexual, hipersexualidade ou ainda apetite sexual hiperativo.

ninfomania

Ninfomania é um distúrbio caracterizado por um desejo sexual compulsivo. Foto: iStock, Getty Images

Como se caracteriza a ninfomania

Mas, afinal, qual a diferença daquela pessoa que, em tom de piada, dizemos que tem ninfomania, para uma pessoa que realmente possui essa síndrome? Na verdade, uma pessoa que simplesmente tem um desejo sexual exagerado, acima da média, não é necessariamente ninfomaníaca. É a falta de controle sobre esse apetite sexual que caracteriza a doença. É a partir daí que o dignóstico é dado.

Essa definição, no entanto, não é simples. Para que um conjunto de comportamentos possa ser enquadrado como um transtorno sexual compulsivo ou uma disfunção, muitas pesquisas são feitas, buscando categorizar as razões e os padrões que determinam aquele comportamento.

No específico do diagnóstico de ninfomania, os especialistas não chegaram a um consenso sobre o tipo de transtorno e a classificação correta que o desencadeia. Muitos médicos entendem que o comportamento sexual compulsivo seria como um tipo de um vício, igual ao que se apresenta em relação às drogas, bebidas ou jogo.

Outros, por sua vez, acreditam que essa falta de controle sobre o desejo sexual caracteriza um transtorno obsessivo-compulsivo com caráter sexual, ou ainda se encaixaria em outros tipos de transtornos de personalidade.

Sintomas da ninfomania

Até o momento, o que se sabe de concreto em relação ao diagnóstico da ninfomania é que alguns sintomas específicos devem ser levados em consideração. Entre eles, é possível destacar o fato de a pessoa ter fantasias sexuais de forma tão recorrente e intensa que acabam atrapalhando a concentração em outras atividades, como trabalho e estudos.

Além disso, o transtorno pode causar sofrimento em algumas relações interpessoais. Outras possíveis consequências desse tipo de comportamento são a masturbação excessiva, relação sexual com diversos parceiros, compulsão por diversos relacionamentos afetivos, uso abusivo de objetos ou brinquedos sexuais, uso abusivo de pornografia e sites eróticos e de relacionamentos direcionados para fins sexuais e ainda canais de sexo via telefone.

Manter relações com diversos parceiros é comum em quem tem ninfomania, mas não é regra. Quando isso acontece, o provável motivo é que a pessoa não consegue satisfazer seus desejos sexuais com apenas uma pessoa, por isso, sente a necessidade de ter relações sexuais em um ritmo que somente um parceiro não acompanharia.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros