Guia do Sexo Anal

Sexo anal no casamento: saia da rotina com o seu marido

Por Redação Doutíssima 01/11/2014

Depois de longos anos ao lado de uma pessoa, é comum que as relações íntimas percam a intensidade e caiam na monotonia. Experimentar o sexo anal no casamento pode ser a solução para dar a inovada que o relacionamento está precisando. Essa prática vai revelar novos prazeres e sensações, reacendendo a chama do casal.

sexo anal no casamento

Sexo anal pode ser a quebra na rotina que você precisa. Foto: iStock, Getty Images

Prazeres do sexo anal no casamento

Se, na cama, vocês caíram na rotina, é o mais claro sinal de que é hora de inovar e buscar maneiras diferentes de ter prazer com o parceiro. O sexo anal no casamento é uma ótima opção. É sabido que a maioria dos homens tem essa fantasia, mas a prática pode ser bastante prazerosa para a mulher também.

E não é só isso. O sexo anal não é apenas a penetração do pênis no ânus. É possível  também proporcionar prazer anal aos homens, através do estímulo do seu ponto G. Se você se interessou, siga a leitura, veja como pode incluir o sexo anal em seu relacionamento e descubra como isso é capaz de apimentar a sua vida sexual.

Entendendo o sexo anal

A primeira coisa que se deve saber sobre sexo anal no casamento é que ele não é algo proibido, errado ou sujo. Na verdade, a penetração ou a masturbação anal é uma prática muito comum e bastante prazerosa.

Por isso, se você tem medo de praticá-lo por já ter ouvido muitas coisas negativas sobre ele, está na hora de experimentar e construir a sua própria opinião. A maioria dos homens sentem muito desejo pela penetração anal, mesmo que nem sempre consigam dizer isso a sua parceira, pois podem ser mal interpretados. Este receio existe, então, se o primeiro passo surgir da mulher, meio caminho para o já está percorrido.

Muitas mulheres sentem muito medo de praticar sexo anal por terem medo de sentir dor ou por nojo, por relacionarem a algo sujo. Quanto à dor, é necessário saber que o sexo anal só vai doer se ele não for feito da maneira correta. Essa prática exige muito lubrificante artificial, porque o ânus, diferente da vagina, não possui lubrificação natural. Além disso, se a mulher estiver relaxada, seus músculos cederão melhor, inclusive na abertura anal.

Outra preocupação constante que envolve o assunto é a higiene. O reto, parte final do nosso sistema digestivo, geralmente não é o local onde são armazenadas as fezes. Por isso, ele é totalmente limpo, desde que seja feita uma higiene prévia.

Basta lavar a área com água e é possível ter sexo anal no casamento sem preocupação. Essa limpeza não precisa ser profunda, como muitas pessoas pensam, sem necessidade de introduzindo água para dentro do intestino.

Pratique sexo anal no casamento

Agora que você sabe que não há nada de errado com a penetração pelo ânus, está na hora de explorar o sexo anal no casamento. Converse com seu parceiro ou parceira sobre o assunto e quebre alguns mitos nos quais com certeza ele ou ela deve acreditar.

Diga que o sexo anal pode ser muito prazeroso e que é algo que você quer compartilhar com seu amor. Tire todas as suas dúvidas e não esqueça de planejar uma noite especial e romântica, já que sexo não é apenas prazer, mas também intimidade.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


Sites parceiros