Guia do Sexo Anal

Praticar sexo anal é sodomização? Saiba mais!

Por Redação Doutíssima 05/11/2014

Muito se usa a palavra sodomização em blogs e artigos de opinião, seja na internet ou em jornais impressos, mas você sabe o que ela significa no contexto sexual? Trata-se do ato de cometer uma sodomia, ou seja, uma prática sexual considerada imoral, com alguém. Geralmente, a palavra é aplicada para descrever o sexo anal.

sodomização

Igreja considera a prática do sexo anal um tipo de sodomia. Foto: iStock, Getty Images

Alguns usam o termo especificamente para descrever o ato do sexo anal somente entre homens, mas também há quem utilize para se referir a relações sexuais pelo ânus entre homens e mulheres. Há ainda quem use a palavra sodomia para designar o ato violento de estupro contra homens. Seja como for, quem usa esse termo, na maioria das vezes, é uma pessoa religiosa.

E quanto à definição técnica? O dicionário da língua portuguesa descreve sodomia como sexo anal praticado entre pessoas de qualquer sexo, no qual uma das pessoas é passiva e outra ativa.

Sodomização tem origem bíblica

O assunto é delicado. A própria origem da palavra sodomização pode causar revolta para alguns, pois ela é derivada de sodomia, que tem origem bíblica e é usada para designar os atos praticados pelos moradores das cidades de Sodoma e de Gomorra.

No livro do Gênesis é possível encontrar a descrição da sodomização como uma prática ligada aos pecados cometidos pelos homens que lá viviam. Foi por esse motivo – relações sexuais impuras – que Deus destruiu completamente as duas localidades.

Diz a Bíblia que, quando forasteiros chegavam a Sodoma, eram abusados sexualmente pelos homens da cidade, que também tinham o hábito de manter relações homossexuais com mais frequência do que relações heterossexuais.

A Igreja passou a usar o termo sodomia para descrever perversões sexuais, estupro coletivo e também sexo anal, seja entre homossexuais ou heterossexuais.

Sodomização: sexo anal entre homens e mulheres

Mas será que, quando uma relação sexual desse tipo é feita com o consentimento das duas pessoas, isso é uma prática imoral? A decisão, de praticar ou não o sexo anal, cabe apenas às pessoas envolvidas.

Caso os dois tenham vontade de experimentar e sentir prazer dessa maneira, não há problema, pois essa pode ser uma prática muito prazerosa. Basta se entregar sem a preocupação de que isso seja considerado uma sodomização.

Igreja encara sodomia como pecado mortal

Tanto católicos quanto evangélicos e cristãos de modo geral, não aceitam a sodomização. Para a Igreja, o sexo anal é considerado pecado mortal e não deve ser praticado pelo casal e tão pouco entre dois homens, já que o homossexualismo também é considerado pecado.

Portanto, se você e seu parceiro ou parceira decidam manter relações sexuais anais, é importante que não sofram com pressões religiosas e nem deixem que esses pensamentos interferirem no seu prazer. Quando um dos envolvidos encarar o sexo anal como sendo pecado, é provável que se sinta culpado, e esse sentimento acabará eliminando qualquer prazer durante a penetração.

Para muitos, o que religiosos acham ou deixam de achar do sexo anal não é problema nem assunto a se considerar, no entanto, para boa parte da população é assunto sério. Por isso, é importante que esse tema esteja bem claro entre o casal.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


Sites parceiros