Guia do Sexo Anal

Doenças anais: sexo anal também transmite DSTs

Por Redação Doutíssima 04/11/2014

As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) também podem ser contraídas através do sexo anal. Algumas até têm mais chances de contaminação via sexo anal do que vaginal. O que acontece é que a penetração pode causar pequenas fissuras no ânus e ao redor, que propiciam um maior contato do líquido seminal. Descubra quais são as principais doenças anais e proteja-se.

doenças anais

O sexo anal, assim como o vaginal, transmite doenças. Foto: iStock, Getty Images

Conheça as principais doenças anais

1. HIV/Aids

Uma das principais doenças anais, a aids, causada pelo vírus HIV, afeta o sistema imunológico, fazendo com que o organismo não consiga mais se defender de doenças oportunistas.

A doença não possui cura e pode levar seu hospedeiro a morte. Drogas são utilizadas para retardar o estado final da doença. Pode ser transmitido através do sexo anal, vaginal e oral ou por meio do contato com o sangue infectado.

2. Gonorreia

Causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae, a gonorreia apresenta seus sintomas de dois a 10 dias após a relação sexual. Os homens podem apresentar dor e ardência ao urinar, secreção de pus no pênis e dor nos testículos.

Nas mulheres, pode ocorrer o aumento no corrimento vaginal, dor pélvica, sangramento, ardência e dor ao urinar. Leva a sangramento, coceira e secreção de pus na região anal.

3. Hepatite B

Outras das doenças anais, a Hepatite B é causada por um vírus que ataca os hepatócitos, levando à inflamação do fígado. A transmissão se dá através do contato do sêmen, saliva e secreções vaginais. Ter sido diagnosticado com gonorreia ou clamídia aumenta os riscos de se contrair a Hepatite B.

4. Herpes genital

Com vírus que ataca as mucosas genitais, a herpes genital é uma das doenças anais, além de poder ser passada através de relações sexuais vaginais. Pode causar dores e irritação na região dos genitais, além de manchas avermelhadas, bolhas e úlceras. Se não tratada, pode ocasionar problemas mais graves, como a retite, uma inflamação no reto.

5. Clamídia

Causada pela bactéria Chlamydia trachomatis, a clamídia mostra sintomas de sete a 21 dias depois da relação sexual. Corrimento peniano e vaginal, ardência ao urinar, dor nos testículos e dor ou secreção retal são alguns deles. A falta de tratamento da doença pode acarretar em  esterilidade permanente.

6. Cistite

A cistite bacteriana é uma infecção da bexiga que ocorre quando as bactérias intestinais entram no trato urinário. Isso acontece quando a penetração passa da anal para vaginal sem trocar a camisinha. Causa muita vontade de urinar e sensação de queimação ao fazer isso, além de desconforto na região pélvica. Nos homens que praticam sexo anal, essa doença é pouco comum.

7. Condiloma

Também conhecida como Papilomavírus humano, a condiloma é mais uma das doenças anais, e leva de um a seis meses após o contágio para aparecer. Causa verrugas úmidas e avermelhadas que tendem a crescer de tamanho, formando a popular crista de galo. No homem, aparecem geralmente na cabeça do pênis e ânus, e na mulher surgem na vagina, vulva, ânus e colo do útero.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


Sites parceiros