[the_ad_group id="16401"]
Remédios Caseiros > Saúde

Aprenda a fazer um soro caseiro para combater a desidratação

Por Redação Doutíssima 10/11/2014

Com o verão, são frequentes os casos de diarreia e desidratação. Esses problemas ocorrem devido às viroses, que são bem frequentes neste período do ano, mas também à baixa ingestão de líquidos ou excesso de suor. Seja qual for o motivo, é possível combater a desidratação com um soro caseiro muito simples de fazer. A solução pode estar na sua cozinha, basta utilizar a antiga e, muitas vezes, infalível receita caseira.

beber água

O soro caseiro é uma das melhores soluções para hidratar imediatamente.

Como fazer um soro caseiro para a desidratação

Uma das formas mais comuns de se combater a desidratação com medidas caseiras é com o uso do soro caseiro – remédio bastante popular e um dos mais eficazes. Seu preparo é simples, com ingredientes bem fáceis de encontrar em de fácil aplicação. O soro caseiro é altamente eficaz porque repõe os sais minerais e a água que o organismo precisa para funcionar corretamente em todas as suas funções.

Você vai precisar de:

– 1 litro de água
– 1 colher rasa de café de sal
– 3 colheres de sopa de açúcar

Misture todos os ingredientes em uma garrafa e mexa bem. Para combater a desidratação, o soro caseiro deve ser ingerido aos poucos, em temperatura ambiente. Atenção: não use o soro por mais de 24 horas após seu preparo.

Se precisar, faça novamente. Use, de preferência, a água mineral para preparar o soro o caseiro. Caso não consiga, o mais adequado é ferver a água que você for usar por cinco minutos. Isso vai eliminar todos os microrganismos da água.

Outras maneiras de combater a desidratação

Você tem outras opções além do soro caseiro para combater a desidratação. As bebidas isotônicas e os sais para reidratação oral são algumas delas, e podem ser encontradas nas farmácias. É importante saber que, para evitar o problema, deve-se tomar aproximadamente dois litros de água todos os dias.

Sucos de frutas naturais ou chás também são indicados e devem ser ingeridos em abundância após quadros de diarreia ou vômito e depois da prática de exercícios físicos.

Sempre que praticar atividades ao ar livre, sob o sol, lembre-se de controlar o período. Não exceda muito o tempo que ficar exposto ao sol. E jamais deixe que seu corpo sofra pela falta de líquidos, não tolere a sede.

Mais sobre a desidratação

O normal, para o ser humano, é perder, em média, 2,5 litros de água diariamente, o que acontece através das fezes, urina, suor e mesmo por meio da respiração. Por isso, para que o organismo esteja equilibrado constantemente, é fundamental ingerir o mesmo volume perdido de água diariamente.

Sintomas da desidratação

Fique atento aos sinais que podem indicar um organismo desidratado e procure ajuda imediatamente:

– Sede
– Diminuição da urina
– Lábios rachados
– Diminuição da elasticidade da pele
– Boca seca
– Olhos secos, sem brilho
– Lentidão nos movimento
– Pele extremamente seca
– Olhos encovados (fundos)
– Tontura ao levantar-se
Pressão baixa
– Aumento da frequência cardíaca

Diagnóstico

Um médico ou enfermeiro, diante dos sintomas apresentados pelo paciente, pode fazer o diagnóstico de desidratação. Por isso é tão importante ficar atento aos sinais de seu corpo. Além disso, exames complementares podem ajudar a dar um diagnóstico mais preciso do quadro geral do paciente.

Nos casos mais graves da doença, os tratamentos caseiros devem ser substituídos pela administração do soro fisiológico sob orientação médica.

 


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]