[the_ad_group id="16403"]
Relacionamento

Quer ser a sogra ideal? Veja como lidar com o genro

Por Redação Doutíssima 07/12/2014

Ter um bom relacionamento com o marido da sua filha é vital para que tanto a vida dela quanto a sua seja de paz e harmonia. Todos sabem que mãe e filha têm uma relação muito forte, baseada na amizade e na cumplicidade, e ninguém em sã consciência quer interferir nesta relação. Mas você pode chegar bem perto de ser a sogra ideal.

sogra-ideal

A relação com o marido de sua filha pode ser harmônica. Foto: iStock, Getty Images

Depende de você ser a sogra ideal

 

O sucesso desta relação a três depende muito mais de como você se comporta do que como o genro age.  Você não precisa ser a sogra ideal, mas deve ser a pessoa que preza pelo casamento harmonioso da sua filha e com isso tem um boa relacionamento com o marido dela.

 

8 dicas para ser a sogra ideal

 

Algumas mudanças de atitude ou ações estratégicas podem fazer de você a sogra que todo genro sonha em ter. Preste atenção nas dicas abaixo e busque a harmonia em família.

 

1. Você não está numa competição

 

Para ser a sogra ideal você precisa saber que não existe competição. Ou seja, sua filha não terá que escolher quem ela ama mais, se você ou o marido dela. Pela mãe, ela nutre um sentimento e pelo marido outro. Ambos são importantes na vida dela, então não cobre nada nem aja como se tivesse disputando um prêmio.

 

2. Reconheça as qualidades do seu genro

 

O seu genro, assim como qualquer outra pessoa, gosta de elogios ainda mais se for por algo realmente merecido. Quando você souber de conquistas importantes ou de ações que mereçam elogios, elogie. Diga o quanto e foi merecedor daquele reconhecimento e que está feliz por ele estar junto de sua filha.

 

3. Não se intrometa nas questões do casal

 

A sogra ideal também é aquela que sabe qual é o seu lugar quando o assunto é o casamento da filha.  A própria relação de cumplicidade coloca a mãe como uma conselheira natural, mas tome cuidado nos conselhos. Ouça mais do que fale.

 

4. Não bata cartão na casa do novo casal

 

É natural que a mãe sinta falta do convívio diário com a filha, mas você precisa entender que agora ela tem a sua própria família e para isso precisa de intimidade. É claro que você pode, e deve, visitar sua filha e genro, mas nem sempre se convide ou espere por um convite.

 

5. Reconheça a nova família

 

Uma das dificuldades que as sogras têm é reconhecer que uma nova família nasceu. A sogra ideal compreende isso e contribui para a harmonia do casal.

 

6. Respeite a individualidade do casal

 

Uma família, seja ela de duas pessoas ou dez, precisa manter a sua individualidade. Por mais que a sogra faça parte da família, ela está num outro patamar de convívio, mas não no diário.

 

7. Conviva bem com as diferenças

 

Sua filha escolheu casar com uma pessoa que tem crenças diferentes das suas? Isso não deve ser um problema. A sogra ideal é aquela que sabe respeitar as diferenças e não fica criticando o genro o tempo inteiro nem tenta convencê-lo sobre o que ele acredita.

 

8. Não encare como perda da filha

 

A saída de casa da filha não precisa ser vista como perda, mas sim como um conquista na vida pessoal. Se ela casou é porque encontrou alguém especial na vida dela e você, enquanto mãe, deve ser capaz de reconhecer isso. A sogra deve ver o genro como o homem capaz de fazer a sua filha feliz.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]