[the_ad_group id="16403"]
Uncategorized

Conheça os melhores remédios caseiros com alecrim

Por Redação Doutíssima 18/12/2014

Amplamente utilizado na culinária como erva aromática, o alecrim também é muito conhecido por seus benefícios medicinais. Com origem na região do Mediterrâneo, pode ser considerada uma das mais completas ervas no que diz respeito aos benefícios à saúde. Esse é um dos motivos pelos quais ela despertou o interesse de cientistas pelo mundo todo, sendo frequentemente objeto estudo.

 

Benefícios do alecrim

 

Uma de suas propriedades mais populares é a melhora da qualidade de vida, o que concedeu à planta o status de “erva da alegria”. Os óleos essenciais presentes em suas folhas estimulam a produção de neurotransmissores que causam o bem-estar. Seu odor agradável também faz a torna muito utilizada como aromatizador de ambientes. Na culinária, é aproveitada por destacar o sabor de alimentos como carnes, assados, legumes, molhos e pães.

O alecrim também auxilia nos tratamentos de depressão leve, fadiga, dor de cabeça, enxaqueca, má-digestão, gases, tosse, sinusite, bronquite, problemas de concentração, problemas de memória, gastrite e úlcera estomacal, artrite, artrose, reumatismo, cistite, menstruação irregular, cólica menstrual e tensão pré-menstrual (TPM). Isso por que possui propriedades expectorante, antibacteriana, digestiva, diurética, reumatismal, antisséptica e adstringente.

 

alecrim

Além de ser um delicioso tempero, alecrim tem propriedades medicinais. Foto: iStock, Getty Images

Para combater a tosse, gripe e asma, pode ser utilizado tanto para tosse seca quanto com catarro. Ele equilibra a pressão arterial ajudando a melhorar a circulação sanguínea. Quando utilizado em forma de compressa in natura ou com óleo essencial, alivia dores causadas por reumatismo, entorses e contusões.

Diurético, auxilia na digestão, por ser rico em potássio, cálcio, sódio, magnésio e fósforo. A erva age eliminando gases intestinais, por agir como um carminativo, tratando esses incômodos abdominais. Seu chá também limpa o fígado. O alecrim também ajuda no tratamento de hemorroidas inflamadas, quando utilizado em forma de tintura por dez dias.

Por fim, ainda reduz o mau hálito, aftas, estomatites e gengivites, quando utilizado em bochechos diários; minimiza os sintomas da menstruação, pois auxilia a expelir o sangue e, assim, reduz as cólicas menstruais; e combate o estresse, já que aumentando o fluxo sanguíneo ele estimula o cérebro e a memória, além de relaxar os nervos e músculos.

 

Remédios caseiros com alecrim

 

Além de todas essas utilidades em diferentes possibilidades, o alecrim é considerado um excelente fitoterápico, devido à presença de componentes bioativos. Suas folhas, tanto frescas quanto secas, são utilizadas no preparo de chás e tinturas. Já as flores servem para a produção de óleos essenciais. Veja algumas opções de remédios feitos com essa saudável erva.

Chá

Muito utilizado para tratar problemas digestivos e inflamação da garganta, é fácil e rápido de fazer.

Ingredientes:

– 4 g de folhas de alecrim (secas ou frescas)

– 1 xícara de água fervente

Modo de Preparo:

Misture as folhas do alecrim na água fervente e deixe em infusão por dez minutos. Em seguida, coe e beba três xícaras por dia, após as principais refeições.

Banho

Para quem sofre com reumatismo, um banho preparado com a erva pode aliviar os incômodos causados por esse mal.

Ingredientes:

– 50 g de alecrim

– 1 litro água fervente

Modo de Preparo:

Misture os ingredientes, cubra e deixe repousar por meia hora. Coe em seguida e utilize essa água durante o banho, dando prioridade à área afetada.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]