Amor e Sexo

Amor platônico: como conviver este sentimento?

Por Redação Doutíssima 23/02/2015

Durante a adolescência qualquer pessoa já foi apaixonada por outra e jamais teve coragem de declarar os seus sentimentos, o que atualmente é chamado de amor platônico.

Quando você sente algo por alguém, mas sabe que um relacionamento com esse alguém não é possível e acaba apenas idealizando vocês juntos, está assim criando um amor apenas em sua mente, que na realidade não existe – é o amor platônico.

amor platônico

Quando o sentimento é forte, é bom avaliar a possibilidade de uma aproximação. Foto: iStock, Getty Images

O labirinto do amor platônico

No entanto, por mais que possa machucar na maioria das vezes, um amor platônico pode ser o início de uma relação. Por isso, se você gosta de alguém e não houve uma aproximação, saiba que com o tempo este amor platônico pode se transformar em outra coisa. Veja como lidar com um amor platônico e sair deste labirinto.

A cena é clássica: você encontra quase todos os dias uma pessoa na fila da padaria, e em pouco tempo descobre que ela mora pertinho da sua casa e vocês compartilham alguns gostos em comum. Você percebe que ela é muito bonita e simpática com todos a sua volta.

Com o tempo, você está mudando a rotina só para vê-la e quando se dá por conta, está envolvido em um amor platônico, já que você não se sente confortável para falar dos seus sentimentos. Outra situação comum é quando você tem um amor platônico por um amigo, ou por alguém que por alguma circunstância faça deste amor algo impossível.

Nem sempre isso é algo saudável. Por isso, se você tem um amor apenas na sua cabeça e apenas conhece detalhes sobre esta pessoa em seus pensamentos, é hora de ir em frente e ir em busca do amor verdadeiro.

Amizade é o início de tudo

Seja qual for o tipo de relação que você tenha com o seu amor platônico, você vai precisar se aproximar dele em algum momento e, para isso, manter uma amizade é sempre uma boa forma de começar. Procure iniciar uma conversa e aos poucos vá adicionando mais contato. Aos poucos algo pode começar a surgir.

Lembre-se, porém, de não criar demasiadas expectativas, já que isso pode ser totalmente prejudicial para você. A verdade é que você não pode manter o seu amor platônico, apostar tudo e ver se irá funcionar ou não. Além disso, depois de conhecer mais a pessoa o seu interesse pode não ser tudo o que você imagina.

Possibilidades do amor platônico

Justamente por isso manter algum tipo de contato pode ser fundamental para que você realmente conheça o seu amor idealizado. Porém, se você sente que tem um amor platônico por alguém que já faz parte de sua vida, mas você não teria coragem de abrir isso para esta pessoa, você precisa analisar as suas possibilidades.

Primeiro, se você realmente quer algum dia ter algum relacionamento mais íntimo com esta pessoa, precisa entrar no jogo. Tente dar alguma indireta, chame para sair ou fale sobre seu interesse.

A verdade é que uma negativa você já tem, por isso, não custa nada tentar. Analise sempre a situação, já que, se a sua felicidade depende deste amor platônico, vale a pena ir em busca dele e trazê-lo para a sua vida real.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!