Sexualidade

Cinta peniana: saiba como investir nesse acessório

Por Redação Doutíssima 03/09/2015

Se você nunca pensou em comprar uma cinta peniana, é hora de mudar de ideia. Os casais podem se divertir – e muito! – com esse brinquedo sexual, basta deixar o preconceito de lado e explorar outras formas de prazer. Talvez não seja a atividade sexual mais comum do mundo, mas é uma ótima maneira de apimentar o relacionamento.

 

O que é a cinta peniana

Uma cinta peniana, ou strap-on, é capaz de ser usada por homens e mulheres. Ela é projetada para realizar penetração vaginal ou anal.

cinta peniana

Acessório erótico projetado para penetração vaginal pode tirar a relação sexual da rotina. Foto: iStock

Trata-se de um conjunto de brinquedos sexuais que inclui um cinto usado em torno da cintura ou quadris e um vibrador especial que se encaixa nele. Pode ser feita de vários materiais e ter o vibrador removível, para que você escolha diversos tipos de estilos e tamanhos.

 

O couro é um material excelente para esse tipo de acessório porque fica mais suave e confortável conforme o uso. Tratado com cuidado, muitas vezes é capaz de ser usado por anos. Porém, esse material não pode ser desinfetado.

 

Por outro lado, as opções de nylon e tecido são mais acessíveis e laváveis ​​à máquina. Elas podem não ser tão confortáveis como couro, mas é possível usá-las ​no chuveiro, na piscina e na banheira de hidromassagem.

 

Além disso, há versões mais novas que são semelhantes a uma lingerie, apenas com uma abertura para o vibrador. Na hora da escolha, vale a pena optar pela mais confortável para você porque isso influencia e muito na hora do sexo.

 

Razões para usar uma cinta peniana

Conforme a Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico e Sensual (Abreme), a procura por acessórios eróticos, como a cinta peniana, é motivada pelo desejo do casal de sair da rotina e procurar formas diferentes de proporcionar prazer ao outro.

 

A cinta permite a penetração com mãos livres, bem como posições sexuais mais criativas e sexo prolongado. Outras formas de uso que ele pode beneficiar são a dupla penetração e a estimulação da próstata masculina. Conheça os usos mais comuns de uma cinta peniana:

 

1. Sexo prolongado

cinta peniana

Acessório erótico pode ser útil para a mulher ter prazer após o parceiro atingir o clímax. Foto: Shutterstock

Quando um casal heterossexual deseja prolongar o sexo depois que o homem tem um orgasmo, é possível usar um strap-on para continuar com a penetração. Isso permite que a mulher tenha prazer durante longos períodos de tempo.

 

2. Disfunção erétil

cinta peniana

Homens com disfunção erétil podem investir no strap-on para dar prazer à parceira. Foto: Shutterstock

Quando um homem é incapaz de chegar à ereção completa, pode optar por usar essa cinta. Apesar de ser possível de explorar outras formas de prazer, se o homem quiser proporcionar à mulher a penetração, essa é uma maneira perfeita para fazê-lo.

 

3. Pegging

cinta peniana

O strap-on pode ser usado para estimular a próstata e proporcionar prazer ao parceiro. Foto: Shutterstock

Esse é um termo usado quando a mulher usa um vibrador para penetrar seu parceiro de forma anal. É feito principalmente para os homens, a fim de que recebam a estimulação da próstata. Aliás, muitos médicos acreditam que estimular a próstata aumenta o fluxo sanguíneo na região pélvica, trazendo oxigênio e nutrientes para os tecidos e prevenindo certos problemas de saúde.

4. Masturbação

cinta peniana

Mulheres podem usufruir do strap-on e de outros brinquedos eróticos na masturbação. Foto: Shutterstock

Tanto homens quanto mulheres podem usar uma cinta peniana para a masturbação. Uma mulher é capaz de usá-la para a penetração vaginal ou anal, enquanto um homem consegue fazê-lo para a massagem de próstata. Normalmente, quando utilizado para a masturbação, também é possível combinar o uso com outros brinquedos sexuais para aumentar a estimulação.

 

fb.com/fortissimabr

Sites parceiros