Especial Casamento

Do civil ao religioso: conheça diferentes tipos de casamento

Por Redação Doutíssima 14/10/2015

Você foi pedida em casamento. E agora? Vai preocupar-se com o vestido, decoração, convidados? A escolha entre os diferentes tipos de casamento – seja religioso, civil ou temático – deve ser feita com cuidado para não decepcionar o casal e para preservar a magia do momento.

Os diferentes gêneros e cerimônias dependem das crenças, possibilidades econômicas, família e, principalmente, do gosto do casal. Conheça as solenidades, decida o que mais combina com você e seu noivo e comece a planejar.

tipos-de-casamento-Fortissima-iStock-Getty-Images

Decidir entre os tipos de casamento é uma das premissas básicas para organizar o evento. Foto: iStock, Getty Images

 

Escolha um dos tipos de casamento

Entre tantas opções, saber o que cada cerimônia representa pode ser peça fundamental para que o casal tome uma decisão da qual não se arrependerá. Confira 4 tipos de casamento para escolher.

 

1. Civil

A opção é a forma de documentar e oficializar na Justiça a união dos noivos, algo que não é realizado nos religiosos. O casamento civil é como um contrato entre duas pessoas com o objetivo de formar uma família. Perante o juiz, o casal estabelece a sua vontade de estabelecer vínculo conjugal perante testemunhas.  

Dentre essa solenidade, é possível escolher entre casamento em cartório, em diligência e união estável.

 

2. Religioso

Esse tipo de cerimônia é indicada para aqueles casais que de certa forma acreditam em alguma religião, caso contrário, pode ser desconfortante seguir a “tradição” apenas para agradar a família ou uma das partes na união.

Diversas religiões possuem seus casamentos e celebrações próprias, como budismo, catolicismo ortodoxo, catolicismo romano, evangélica, islâmica e judaica. Dentre as mais comuns estão as católicas, realizadas em igrejas com a presença de um padre.

 

3. Temático

Se vocês querem inovar e se divertir, um dos tipos de casamento que estão em alta é o temático. Imagine uma cerimônia que una os gostos do casal e use a criatividade. Pode ser um baile de máscaras, tema de algum filme ou série, desde que a decoração e o vestuário estejam de acordo. Nesse caso, a união pode ser feita por um juiz de paz.

 

4. Americano

Geralmente utilizado junto do casamento civil, os noivos organizam um evento típico nos Estados Unidos, onde o enlace a festa são no mesmo local, de preferência aberto, como um sítio, chácara ou grande jardim. É uma opção para aqueles que não querem deslocar seus convidados de um lado para o outro.

Enlaces em números no Brasil

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de um milhão de casais se casaram no Brasil em 2013. O mercado casamenteiro está sempre em foco, uma vez que movimenta mais de R$ 15 bilhões por ano.

Além disso, a pesquisa mostra que, ao contrário da tradição, maio não é mais o mês das noivas brasileiras. Com o preço das flores em alta em razão do Dia das Mães, as mulheres preferem os últimos meses do ano, de setembro a dezembro, para subir ao altar.

O número total de matrimônios registrados no Brasil atingiu o ponto de 1.052.477 em 2013. O dado representa um aumento de 11 mil novas uniões com relação ao ano anterior.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


Sites parceiros