Trajes frescos e leves, além de estilo, proporcionam conforto nas estações amenas. Por isso, em versões simples ou elegantes, o vestido transparente conquista cada vez mais adeptas como alternativa fashion. Jennifer Lopez e Nanda Costa são apenas algumas das celebridades amantes da peça.

Considerando sua estética marcante, o vestido transparente precisa ser usado com cuidado. Apesar dos detalhes garantirem um status sexy ao visual, quando utilizados de forma inadequada podem tornar a aparência vulgar. Foi o que algumas pessoas disseram sobre o look de Rihanna durante a Semana de Moda em Paris.

Para ir à festa de 95 anos da Vogue, a cantora optou por um modelo longo, transparente e com o importante detalhe: usado sem sutiã, com direito a mamilos em evidência. Mas para quem deseja seguir na linha comportada, também é possível usar a transparência, desde que seja com moderação.

vestido-transparente-instagram-reproducao-doutissima
Vestido transparente ousado é moda entre celebridades, como Sabrina Sato. Foto: Instagram, Reprodução

 

Aprenda a usar vestido transparente 

Sempre com o intuito de ousar e chamar atenção para além do visual, as famosas costumam ser mais indiscretas em relação ao vestuário. Não é à toa que o traje transparente tomou conta dos tapetes vermelhos. Vestidos usados com bodies, lingeries e aberturas estratégicas já deram o que falar. Até a romântica Marina Ruy Barbosa se rendeu à tendência.

Desde que o estilista Yves Saint Laurent reacendeu a transparência nas passarelas, ela passou a tomar conta não somente dos vestidos, mas também de camisas, blusas e saias. Para garantir um status chique à produção, evitando a vulgaridade, a transparência predomina em tecidos nobres, como a seda, associada também com detalhes em rendas.

Assim, a boa notícia é que o vestido transparente pode, sim, fazer parte do look da mulher mais recatada. Desde que a peça translúcida apareça em um tecido refinado e seja vazada apenas em alguns pontos, não em toda a sua extensão. À noite, as mais ousadas pode combinar o vestido com texturas metalizadas, brilhos ou paetês.

No dia a dia, especialmente no ambiente de trabalho, o vestido transparente não representa uma boa opção, pois pode transmitir uma mensagem errada. Se não quiser abrir mão da transparência, prefira mesclar uma camisa mais texturizada, para que a pele não fique em evidência, com uma calça de alfaiataria. Assim, o traje não perde a elegância.

Cuidados com a transparência

A linha entre o sexy e o vulgar é muito tênue. Por isso, investir em um vestido transparente precisa ser uma aposta certeira. Antes de usar a peça, é essencial verificar se os recortes e os comprimentos estão bem ajustados ao seu corpo, para garantir que nada apareça mais do que deveria.

O uso do vestido geralmente vem acompanhado dos braços, pernas ou colo aparentes. Por isso, tente dosar o nível de exposição da pele, deixando o destaque exclusivo para uma parte específica do corpo. Para equilibrar o nível de sensualidade, é possível investir em uma peça que também tenha detalhes em renda ou estampas florais.

Gostou das dicas? É fã de transparências? Deixe um comentário opinando sobre este artigo! Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!