A cada ano, os Correios recebem milhares de cartinhas endereçadas ao Papai Noel. As correspondências não são apenas escritas por crianças que acreditam na existência do bom velhinho, mas também por aquelas que têm esperança na solidariedade e no espírito natalino. O número é tão significativo que os Correios criaram há 26 anos a campanha Papai Noel dos Correios. 

 

A iniciativa tem o propósito de responder, com ajuda de padrinhos voluntários, às cartas que meninos e meninas escrevem para o Papai Noel. E qualquer pessoa pode participar e colaborar. 

papai-noel-dos-Correios-doutissima-istock-getty-images
Crianças de todo o País escrevem cartas endereçadas ao Papai Noel dos Correios nessa época do ano. Foto: iStock, Getty Images

Adotar uma carta é fácil

A campanha nacional deste ano foi lançada em 10 de novembro, no Rio de Janeiro e não tem fins lucrativos. Ficou interessado? Veja como é fácil adotar uma cartinha.

1. Vá até uma sede dos Correios

 

O primeiro passo é entrar em contato com uma filial dos Correios na sua cidade, pois o responsável dos Correios decidirá a data da entrega dos presentes e os horários de atendimento.

2. Escolha a sua carta

 

No local, defina qual cartinha que deseja ajudar. Gostou de mais de uma carta? Não tem problema. Não há limites de adoção de cartas por padrinhos, mas seja responsável.

 

Adotar e depois desistir dessa cartinha faz com que ela não seja ajudada por outro padrinho. Para a retirada da cartinha é necessário informar o nome e o telefone de contato.

3. Escolha dos presentes

 

Com a cartinha em mãos, passe para a compra dos presentes. Eles devem estar de acordo com o pedido na carta. Fique atento ao prazo de entrega dos presentes definidos na sua localidade.

4. Cuidado com as embalagens

 

Se o presente for frágil, acomode-o de maneira adequada e na caixa escreva “frágil”. Isso ajuda no manuseio dos funcionários dos Correios para que o presente chegue intacto até a criança contemplada.

Se for grande como uma bicicleta, por exemplo, é recomendado que seja entregue em caixas. Na embalagem das caixas, os Correios também recomendam que seja escrito o maior número de informações possível e que seja colocado o número da cartinha, pois é isso que identifica o destino da entrega.

Fique atento! A campanha do Papai Noel dos Correios não entrega cartinhas em residências. As cartas só podem ser retiradas em agências dos Correios ou postos de doações criados e especificados para esse fim.

 

papai noel dos correios doutíssima infográfico 

Campanha Papai Noel dos Correios

Os benefícios da campanha vão muito além do bem material recebido. Através dessa atividade é possível desenvolver a habilidade escrita da redação de cartas, utilização correta do CEP e endereços. Nos últimos três anos da campanha, mais de um milhão de crianças foram contempladas pelo Papai Noel dos Correios.

Em 2015, só em Brasília, 15 mil cartinhas, escritas por crianças matriculadas até o 5º ano, de 32 instituições públicas de ensino e creches, foram disponibilizadas para adoção, segundo informações da assessoria de comunicação dos Correios de Brasília.

Ainda de acordo com informações da assessoria, no ano passado foram disponibilizadas para adoção 14.300 cartas de 38 escolas que foram adotadas antes do prazo final da campanha.

Faça a sua parte. Procure uma agência dos Correios, adote uma cartinha e torne inesquecível o Natal de uma criança. Deixe o seu espírito natalino transbordar e transforme sonhos em realidade.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!