Zen

Veja dicas para percorrer o caminho de Santiago de Compostela

Por Redação Doutíssima 04/12/2015

O caminho de Santiago de Compostela é rota turística indispensável a todos que apreciam histórias de fé e seguidores do catolicismo. Apesar do nome ser sempre tratado no singular, há mais de uma via que leva até o ponto final, a catedral na Espanha.

 

Independente do ponto inicial e das paradas pelo caminho, todas as vias terminam na catedral na cidade espanhola chamada Santiago de Compostela. O ponto turístico é Patrimônio Mundial da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) desde 1985.

santiago de compostela

Rota turística que envolve experiência espiritual pode ser percorrida de trem, ônibus e carro. Foto: iStock

 

Caminhos de Santiago de Compostela

Peregrinos religiosos ou simpatizantes percorrem um dos vários caminhos de Santiago de Compostela visitando igrejas e catedrais – onde há relíquias relacionadas com São Tiago Maior, um dos doze apóstolos de Jesus Cristo. Na idade média, essa era a segunda rota religiosa mais percorrida, perdendo apenas para as vias que levavam até Roma.

Um dos pontos de partida mais tradicionais é a cidade francesa de Sain-Pied-de-Port, que fica próxima à divisa com a Espanha. Desse ponto de partida até o destino final são 760 km – e essa opção é chamada de Caminho Francês. Outra opção é a chamada Via de Piemonte, que sai de Carcassone. Os dois se encontram em Puente la Reina e terminam na catedral.

Há ainda outras opções que exploram diferentes regiões da França e da Espanha, sempre focadas na experiência espiritual e contato com a fé e a religião. No final do caminho, dentro da catedral, estão os restos mortais do santo que foi homenageado com o nome da cidade.

Dicas de viagem para Santiago de Compostela

Independente da escolha de qual caminho fazer, ainda é preciso escolher o meio de transporte para a experiência de percorrer uma das rotas que leva a Santiago de Compostela. Por ser uma via turística e frequentada por muitas pessoas todos os anos, há opções de estadia, alimentação e roteiro para todos os bolsos e gostos.

Se o percurso for feito de trem, carro ou ônibus, a escolha da época do ano para viajar fica mais ampla. Evitando os meses de maior frio (dezembro, janeiro e fevereiro) e os de calor extremo (julho e agosto), a viagem tende a ser mais tranquila em termos de clima.

As férias na Europa coincidem com as altas temperaturas, o que pode aumentar o fluxo de pessoas em qualquer atração turística.

Albergues, hotéis e até casas de moradores que alugam cômodos são as alternativas de estadia. Comprando pacotes fechados com agências de viagem, parte das refeições costuma estar inclusa para todo o período da viagem.

Quem deseja percorrer os caminhos de Santiago de Compostela a pé ou de bicicleta pode aproveitar dos mesmos recursos de alojamento. Mas esses aventureiros precisam estar cientes do preparo físico necessário para a viagem.

A estimativa de tempo de percurso a pé ou sobre duas rodas é de mais de 30 dias entre a fronteira francesa e o destino final. Nesse caso, a recomendação é viajar em grupo para ter mais segurança e apoio em caso de contratempos.

Por ser uma atração turística muito apreciada, antes de partir é ideal ter um planejamento e reservas em todos os pontos de parada da viagem.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


Sites parceiros