[the_ad_group id="16401"]
Esporte > Exercícios

Conheça a importância dos exercícios para os músculos na terceira idade

Por Redação Doutíssima 17/05/2014

Com o passar da idade, os sentidos e reflexos acabam comprometidos, podendo causar muitas quedas. A maioria das quedas acontece em ambiente domiciliar e por uma série de motivos que podem ser evitados com um gesto simples e fácil: a prática de exercícios para os músculos. Segundo especialistas, com músculos fortes, além de aspectos preventivos, também a cura de uma queda é menos sofrida e mais rápida.

Para algumas pessoas as quedas ocorrem principalmente pela dificuldade de executar a caminhada com firmeza. A falta de exercícios para os músculos, junto com a ausência de flexibilidade, contribui para o aumento de acidentes com pessoas idosas.

Idosos devem exercitar músculos como forma de evitar a ocorrência de quedas. Foto: Shutterstock

Idosos devem exercitar músculos como forma de evitar a ocorrência de quedas. Foto: Shutterstock

Segundo estudos, mais da metade dos idosos acima dos 65 anos de idade sofrem ao menos uma queda a cada ano. Estes episódios acabam causando não apenas danos físicos, mas também psicológicos, já que geram um grande medo de cair novamente e, com isso, fazem com este idoso se afaste do convívio social.

Pratique exercícios para os músculos

Existe uma série de exercícios para os músculos com potencial para ajudar o idoso a se fortalecer, de forma a evitar quedas e dando maior firmeza ao seu corpo. Para isto, é fundamental que ele trabalhe, inicialmente, o seu jeito de andar. Passos longos e movimentos de braços ao caminhar dão mais equilíbrio e firmeza.

Praticar atividades físicas é a melhor forma de fazer exercícios para os músculos. Algumas atividades, como musculação, hidroginástica, alongamento e caminhada, deixam a musculatura mais firme.

Exercícios para os músculos considerados ideais ajudam a manter o peso, regulam as funções cardiorrespiratórias, fortalecem a musculatura e dão mais equilíbrio ao corpo. Assim, fazem o sangue fluir melhor e levam mais oxigênio para todas as partes do corpo, reduzindo o nível de colesterol ruim e elevando o nível de colesterol bom, o qual ajuda a proteger o indivíduo contra as doenças cardíacas.

Quedas na terceira idade

Os fatores que ocasionam as quedas estão ligados à perda de firmeza nas pernas, a qual provoca dificuldade de locomoção, justamente quando os ossos estão mais frágeis. O deslocamento do eixo de sustentação do corpo, na medida em que a coluna vertebral se curva e o equilíbrio é afetado. Tal condição reforça ainda mais a importância de se praticar exercícios para os músculos.

O perigo do tombo para o idoso está na dificuldade da fase de recuperação que pode se estender por muito tempo, deixando o paciente mais fraco. Conforme a fratura, a do fêmur, por exemplo, há necessidade de cirurgia e internação hospitalar, a qual para o idoso sempre é mais longa. O ideal é evitar, de todas as maneiras possíveis, o risco de quedas e acidentes. Por isso, pratique exercícios para os músculos e viva melhor.

Para evitar quedas em casa, onde os riscos são maiores, é importante também ficar atento a tapetes, animais circulando e móveis baixos. O ideal é ter uma cama mais alta que as comuns, criado mudo da mesma altura da cama, o banheiro deve ter um piso antiderrapante com corrimões dentro do box e ao lado do vaso, além de luzes adequadas com maior visibilidade dentro de casa.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

Sexo na terceira idade: 15 dicas para manter-se ativo sexualmente

Mexa-se na terceira idade

Os benefícios da hidroginástica para idosos

Palavras cruzadas: Ótimo estimulo para cérebro idoso

Estica e puxa: dicas de alongamento para idosos

7 Alimentos que não podem faltar na dieta dos idosos

Cuidados que os idosos devem tomar com os remédios


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]