[the_ad_group id="16403"]
Esporte

Perca peso com a prática do kickboxing

Por Redação Doutíssima 05/03/2015

Mais do que uma prática de lazer e autodefesa, o kickboxing vem se tornando a luta queridinha das mulheres na academia. Tudo porque o esporte manda para o espaço quase 800 calorias por aula, tonifica os  músculos e melhora o condicionamento físico.

 

kickboxing

Modalidade de luta pode ajudar a tonificar os músculos e queimar gordura corporal. Foto: iStock, Getty Images

 

A luta é uma ótima maneira de trabalhar braços, pernas, glúteos e, principalmente, o abdômen. Os movimentos do kickboxing ajudam na definição da cintura e deixa a barriga sequinha e trincada, também conhecida como “tanquinho”.

 

Por ser de pé, a prática acelera a queima calórica e trabalha muito mais a barriga que os abdominais tradicionais. O treino reúne movimentos do boxe e artes marciais, por isso serve como técnica de defesa pessoal e dá mais agilidade aos movimentos quando se precisa de reflexos rápidos.

 

Porém, se aliar o kickboxing com uma alimentação adequada para quem pratica a luta, os benefícios são potencializados e os resultados vistos em um período menor de tempo.

 

O objetivo de quem pratica kickboxing para tornear o corpo é queimar gordura e obter massa magra. Para isso, até a hora em que você vai comer pode influenciar no resultado final. A primeira dica é comer, em média, uma hora antes de começar a atividade e beber muita água.

 

Alimentos aliados do kickboxing

 

Para quem pratica essa luta, alimentação à base de batata doce, ovos, granola, frutas vermelhas, abacate e peixes fornecem os nutrientes necessários para tonificar os músculos e liberar a energia para a prática do kickboxing.

 

A hidratação é o que faz o organismo funcionar melhor e aproveitar todas as vitaminas e benefícios dessa alimentação. Água mineral e água de coco são fundamentais. Repositores hidroeletrolíticos também são uma boa opção para que o corpo se mantenha hidratado. Eles contêm carboidratos e sais mineirais que ajudam repor o que é perdido com o suor intenso.

 

Cardápio para antes e depois do treino de kickboxing

 

Uma dica é antes do treino preparar um sanduíche com pão sem glúten e atum. Quem não gosta do peixe pode substituir por um queijo com pouca lactose. Nesse quesito, os recomendados são gorgonzola, brie, camembert, gouda, munster, parmesão e provolone.

 

Para acompanhar o sanduíche, uma porção de fruta ou uma fatia de batata doce e um pouco de queijo e uma fruta.

 

Para quem gosta de lanches mais elaborados, antes do treino também é possível comer uma omelete de claras com tomate e cebola. Também é possível escolher um peito de frango grelhado ou ainda uma tapioca com frango desfiado, tomate e orégano, ótimas fontes de proteínas. Tudo pode ser acompanhado de suco de frutas natural.

 

Já para depois do treino, faça uso do whey protein com água de coco, acompanhado de dois tipos de frutas picadas e duas colheres de granola. Um shake de whey batido com água de coco e banana também pode ser uma boa opção para repor proteína e potássio.

 

Não esquecendo que a quantidade de whey deve ser recomendada por um profissional de saúde, um nutricionista, por exemplo, já que a quantidade e o tipo variam de pessoa para pessoa.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]