[the_ad_group id="16403"]
Zen

Acalmando a mente: veja como funciona a meditação chan

Por Redação Doutíssima 17/06/2014

A Meditação Chan é um olhar para dentro. Trata-se de uma técnica milenar de purificação mental, que é praticada por várias culturas em diversas regiões do planeta.

O que é a Meditação Chan

Como afirmam os iniciados, a prática da Meditação Chan permite que se enfrente com placitude os problemas da vida. Nesse contexto, a meditação elimina tensões, desfaz os nós kármicos que atropelam os indivíduos e restaura a ordem harmônica de atuação do ser humano em face de situações negativas.

Na Meditação Chan, ser humano desenvolve suas potencialidades com desenvoltura. Foto: Shutterstock

Na Meditação Chan, ser humano desenvolve suas potencialidades com desenvoltura. Foto: Shutterstock

A origem da Meditação Chan situa-se séculos atrás. O termo é originado da palavra “Dhyana”, em sânscrito, que significa “estado aprofundado de consciência”.

Ao principiar sua jornada da Índia para a China no século 6 d.C., o monge budista Bodhidarma tornou-se o primeiro patriarca Chan nesse país. Com seus ensinamentos do Dharma, o monge levou consigo a prática da meditação, que mais tarde se espalhou por outros países e tradições.

Por que realizar a Meditação Chan

Segundo os praticantes, com o exercício diário da Meditação Chan, o ser humano pode desenvolver suas potencialidades com maior desenvoltura, reencontrar-se como indivíduo e vivenciar um maior equilíbrio físico e emocional.

A essência da Meditação Chan está na contemplação da mente, que pode se tornar revolta com tensões do dia a dia e atrapalhar as decisões cotidianas. Assim, quem pratica essa meditação volta-se para a raiz do problema, a sua própria consciência, e pode, dessa forma, compreender a origem de seus conflitos e a natureza essencialmente divina de sua própria existência. De acordo com os ensinamentos, quem exercita esses estados aprofundados de consciência pode agir sem a influência do sofrimento e da ignorância.

Qualquer um pode praticar a Meditação Chan?

Sim, você pode praticar a Meditação Chan se quiser. Antes de tudo, porém, aconselha-se descobrir mais a respeito dos princípios da prática e das origens dessa meditação. Uma ida a um templo que realiza a prática também pode ser uma boa ideia.

De qualquer forma, aqui estão algumas orientações básicas que podem auxiliá-lo na busca desse estado contemplativo:

Como realizar a Meditação Chan

1. Para o início, indica-se a postura de lótus (sentado com pernas cruzadas e os pés sobre as coxas) ou a meio-lótus (um pé sobre a coxa). Se você não puder se posicionar desta maneira, é possível ainda sentar-se em uma cadeira ou banquinho, com a indicação de que sua coluna, sua cabeça e seu pescoço devem permanecer eretos;

2. Mantenha as mãos sobre o colo, com o dorso da mão direita sobre a palma da esquerda;

3. Os lábios devem permanecer fechados, e a língua deve se manter atrás dos dentes superiores;

4. Com os olhos semifechados, mire um ponto imaginário a sua frente;

5. Agora, concentre-se apenas nesse ponto por alguns minutos e tente aquietar ao máximo a sua mente;

6. Perceba como os conflitos internos, as preocupações e as inquietações começam a aparecer;

7. Busque não se identificar com os elementos e não se deixar levar por cada uma das distrações;

8. Volte a sua atenção para o ponto a sua frente, para a sua respiração e para o “agora”;

9. Tente permanecer nesse estado meditativo por alguns minutos no início. Mais tarde, com mais prática, você pode ficar assim de 15 a 30 minutos em uma sessão pela manhã e em outra à noite.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

 

6 Dicas para ser uma pessoa mais positiva

Psicólogos explicam e dão dicas sobre como educar as crianças corretamente e sem traumas

20 Maneiras simples de ser feliz

Pessoas felizes reduzem risco de morte em até 35%, diz estudo. A felicidade é a chave para viver mais

Seja uma pessoa melhor com a ajuda da psicologia. Aprenda como transformar alguns defeitos em qualidades e viva mais feliz

5 Alimentos que te deixam mais feliz

Envelheça bem: centenários são mais felizes


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]