Sexualidade

Conversar sobre sexo melhora a intimidade do casal

Por Redação Doutíssima 02/11/2014

Quando você ouve dizer que o diálogo é a melhor maneira de resolver todos os problemas de relacionamento, pode ter certeza que isso inclui, também, os de ordem sexual. Conversar sobre sexo é fundamental para o amadurecimento da relação, para gerar cada vez mais confiança entre os parceiros.

conversar-sobre-sexo

Falar sobre sexo é uma ótima maneira de fortalecer a intimidade dos dois. Foto: iStock, Getty Images

Por que conversar sobre sexo?

Esse é um assunto que, para algumas pessoas e em alguns relacionamentos, pode não ser fácil. O ideal é que o casal crie esse hábito desde o início, mesmo que esteja tudo bem durante na cama. O costume de conversar sobre sexo, se alimentado desde cedo, permitirá um diálogo mais fácil caso algum problema surja, e também vai diminuir a possibilidade de a vida sexual dos dois cair na rotina.

Experimente que com certeza você verá rapidamente os resultados positivos desse tipo de papo. Se você se sente inseguro, acompanhe, aqui, algumas dicas que podem ajudá-lo na hora de iniciar uma conversa sobre sexo:

Confira 10 dicas para a hora de conversar sobre sexo

1. Sem pressão

Quando conversar sobre sexo com seu parceiro escolha um momento e um local tranquilo, sem pressão. Do contrário, a tensão vai acabar com toda a tranquilidade e clima de confiança entre o casal.

2. Fale tudo

Fale de seus gostos e de suas preferências sexuais, mas também aprenda a comunicar seus medos e inseguranças. Desta forma, os dois poderão evoluir juntos. É importante falar do que é bom e do que nem tanto.

3. Comunicação durante o sexo

A comunicação é fundamental para apoiar a cumplicidade e a química sexual. Quando seu parceiro fizer algo que você gosta, a resposta que você vai mandar, seja um gesto ou um som, vai confirmar que ele está no caminho certo.

4. Cautela

Se o assunto a conversar é uma queixa, evite falar disso logo após a transa, pois esse é um instante de vulnerabilidade. Portanto, se algo não saiu como você planejou, espere um pouco para tocar na questão. Não coloque o problema como de vida ou morte e prefira conversar sobre sexo em outro momento, quando estiverem mais relaxados.

5. Sem jogos

Ao conversar sobre sexo, use um de voz suave, que traduza um convite à confiança, à cumplicidade e à intimidade. Seja natural ao falar e escolha termos e expressões claras para o seu parceiro, começando sempre pelo que você gosta, pelo que te dá mais prazer. Em seguida, esteja aberta para ouvi-lo.

6. Autoestima

Tenha muito cuidado para não atingir a autoestima do parceiro, fale coisas que o encham de confiança, mesmo que seja para sinalizar algo que não a esteja agradando. Jamais vá direto aos defeitos quando iniciar uma conversa sobre a intimidade de vocês dois.

7. Construa o entrosamento

Trace um plano de ação junto de seu homem. Elaborem um roteiro de preliminares, sinalize as zonas em que sente mais prazer e conduza as mãos dele por seu corpo.

8. Busque conhecimento

Vá além da conversa quando se sentir mais segura e sugira outros meios de informação sobre sexo: livros, filmes e palestras, por exemplo. Atividades desta natureza em dupla colaboram para o enriquecimento da vida sexual.

9. Fale com o corpo
Você pode conversar sobre sexo também através da linguagem não verbal, sabia? Utilize gestos, brinque e não poupe o bom humor. O jogo de cintura é fundamental para ganhar confiança em um terreno que, apesar de delicado, não precisa ser um bicho de sete cabeças.

10. Cumplicidade

Os problemas do sexo que devem ser verbalizados e não devem ser somente responsabilidade de um parceiro. A questão é do casal e deve ser encarada pelos dois. Não basta que somente ele, ou só você, tente melhorar através da conversa – caso contrário será apenas um monólogo.


Sites parceiros