[the_ad_group id="16401"]
Motivação

Aposte em 4 dicas para levantar a cabeça e seguir em frente

Por Redação Doutíssima 11/06/2015

Recomeçar é preciso. Diante das adversidades da vida, manter essa filosofia pode ser a chave para conseguir deixar as tristezas de lado e seguir em frente. Mas nem sempre é fácil adotar essa postura. Por isso, manter o otimismo é um exercício necessário e contínuo, que pode ser aprimorado frente às dificuldades.

Inicialmente, é importante lembrar que obstáculos fazem parte da vida. Nos momentos de tristeza, você deve recordar que todas as pessoas passam por situações estressantes em certos períodos, pois o ser humano não tem o poder de evitar completamente o sofrimento.

seguir em frente

Superar desafios e seguir em frente: necessário para fortalecer o emocional. Foto: iStock, Getty Images

A constatação de que ninguém é capaz de controlar o rumo de todos os acontecimentos já é de longa data: filósofos como Sócrates e Platão estudaram temas relacionados à humanidade e ao sofrimento, concluindo que ambos coexistem de certa forma. Assim, todas as pessoas, em determinado momento da vida, precisam aprender a seguir em frente.

Como superar a tristeza e seguir em frente

A forma de reagir diante de situações catastróficas é o que faz algumas pessoas mais felizes do que outras. O que isso significa? Que aprender a seguir em frente é crucial para evitar o sofrimento contínuo.

O filósofo Heródoto, há quase 400 anos a.C, afirmou que a adversidade tem o efeito de atrair a força e as qualidades de um homem que as teria adormecido na sua ausência. Por isso, o sofrimento fortalece. Mas a hora de parar de sofrer é uma escolha que cabe somente a você.

Assim, independente do tamanho da dor que esteja tentando superar, siga as dicas para acabar com a tristeza e seguir em frente:

1. Fuja da autopiedade

Muitas vezes, diante de situações difíceis, começamos a nos perguntar “por que eu?”. Isso se chama autopiedade. Esse tipo de pensamento nos incapacita e faz com que não sejamos capazes de enxergar novas oportunidades de felicidade.

Lembre-se: todo mundo sofre e se sente injustiçado diante de algumas situações na vida. Aprenda a superar e lidar com os problemas com uma visão otimista em relação ao futuro.

2. Aceite que dificuldades fazem parte da vida

O renomado psicólogo britânico Henry Havelock Ellis, que viveu até os anos 90, certa vez afirmou: “a dor e a morte são parte da vida. Rejeitá-las é rejeitar a própria vida”. Por isso, o primeiro passo para superar qualquer acontecimento devastador, é aceitar que a tristeza faz parte da humanidade.

Diariamente, pessoas nascem e  morrem. Há inundações, guerras e calamidades ocorrendo ao redor do mundo. Perdas, mortes e tragédias fazem parte da fragilidade humana. Por isso, é melhor tentar usufruir dos desafios para se reestruturar emocionalmente, porque eles sempre continuarão surgindo.

3. Fortaleça o seu emocional

Olhe para as adversidades da vida como oportunidades para desenvolver sua coragem e sua disciplina. A partir do momento em que aceitar que sofrer é inevitável, você poderá fortalecer seu emocional para os próximos desafios que sua jornada lhe impor.

Lembre-se de que sua caminhada poderá ser desastrosa, assustadora e esgotante. Afinal, viver engloba correr riscos. Ainda assim, rememore todas as vezes em que você superou situações desgastantes e, aos poucos, será possível aprender a enfrentar qualquer desafio.

4. Tenha uma rede de apoio

Quando surge uma situação difícil e inusitada, é difícil superá-la sozinha. Por isso, certifique-se de manter a família e os amigos sempre por perto, para que você tenha com quem conversar e desabafar. Dividir um fardo sempre alivia o sofrimento e possibilita encorajamento mútuo entre as pessoas, através de um processo em que todos se beneficiam.

Perigos da dificuldade de seguir em frente

Superar a morte de um ente querido ou o término de um casamento nem sempre é fácil. Em casos como esses, nos quais o sofrimento é muito agudo e extenuante, o processo de aceitação e superação da dor é mais longo. Mas o perigo surge quando a vontade de se recompor não é encontrada e a vida passa a não fazer sentido.

Uma das principais decorrências da dificuldade de seguir em frente é a depressão. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença já atinge mais de 350 milhões de pessoas. Outras possíveis consequências psicológicas são os transtornos de ansiedade ou transtornos obsessivos compulsivos.

Por isso, se você estiver com dificuldades para superar algum acontecimento, não hesite em buscar a ajuda de um psicólogo.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]