Clínica Geral

Teníase: saiba quais são os sintomas e como se prevenir

Por Redação Doutíssima 12/08/2015

A teníase, ou cisticercose, é uma infecção causada por determinados parasitas chamados tênias. Os parasitas são organismos pequenos que se ligam a outros seres vivos a fim de sobreviver e podem ser encontrados em alimentos e água contaminada.

 

O consumo desse material contaminado aumenta as chances de contrair um desses parasitas – que passa, então, a viver dentro do organismo. Por vezes, eles são capazes até mesmo de crescer e se reproduzir, causando diversos problemas.

teniase

Dor abdominal e problemas digestivos podem significar infecção por parasitas. Foto: iStock, Getty Images

 

O que causa a teníase?

Há 32 espécies reconhecidas de tênias, mas apenas três delas parecem afetar os seres humanos – Taenia saginata, T. solium, e T. asiatica. As maiores chances de contraí-las e desenvolver teníase ocorrem quando um indivíduo come alimentos contaminados, mal cozidos ou carne crua.

 

A carne de gado pode ser infectada com a Taenia saginata, enquanto a carne de porco é capaz de estar infectada com as espécies T. solium e T. asiatica. No intestino humano, a tênia da carne infectada desenvolve-se e pode crescer cerca de três metros, sendo capaz de sobreviver por muitos anos.

 

As larvas de tênia, conhecidas como cisticercos, muitas vezes também se desenvolvem em músculos, pele, olhos e sistema nervoso central. No cérebro, por exemplo, esses cistos podem produzir neurocisticercose, uma doença potencialmente mortal cujos sintomas incluem epilepsia, dores de cabeça e cegueira.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a neurocisticercose é a causa evitável mais comum de epilepsia no mundo.

 

Sinais e sintomas da teníase

A maioria das pessoas que possui essa doença não apresenta quaisquer sintomas. Quando os parasitas estão presentes, normalmente incluem dor, perda de peso inexplicada, obstrução do intestino e problemas digestivos.

 

Além disso, é possível sofrer com uma leve irritação na área do períneo – região em torno do ânus. Ela é causada pela irritação dos segmentos dos vermes e ovos a serem expulsos nas fezes. Tais infecções, muitas vezes, chegam a levar entre oito e 14 semanas para se desenvolver.

 

Já a neurocisticercose está associada a vários sintomas, dependendo do número, do tamanho, da localização e da fase das lesões. Embora muitas vezes seja assintomática, os sinais mais comuns desse problema são dor de cabeça crônica, cegueira, convulsões (ou epilepsia, se elas são recorrentes), hidrocefalia, meningite e demência.

 

Caso você enxergue segmentos de vermes ou ovos nas fezes, pode ser um sinal de teníase e por isso, é importante consultar o médico. Essa condição é normalmente tratada por medicamentos projetados para matar vermes parasitas e seus ovos.

Na maioria dos casos, eles são fornecidos em uma dose única. A tênia vai ser excretada como resíduo. Os efeitos colaterais mais comuns associados aos medicamentos incluem tontura e dor de estômago.

 

A maneira mais eficaz de prevenir a teníase é cozinhar bem os alimentos. Depois de cozinhar a carne, deixe-a repousar por três minutos antes de cortá-la. Isso pode ajudar a destruir quaisquer parasitas que possam estar presentes.

Além disso, a higiene adequada das mãos também é importante para prevenir a propagação da teníase. Lave sempre as mãos após usar o banheiro. Se você viajar para uma área onde o saneamento é deficitário, considere sempre beber água engarrafada.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros