O pompoar ensina mulheres a controlar os músculos vaginais e aumentar o prazer da relação. Trata-se de um método antigo e que até hoje possui diversos adeptos graças a sua grande eficiência.

 

Para aprendê-lo não é necessário jogar bolinhas com a vagina como nos shows de pompoarismo tailandês: alguns exercícios simples já podem ser suficientes para adicionar mais prazer à vida sexual.

pompoar shutterstock doutissima
Pompoarismo exercita os músculos da vagina e aumenta o prazer durante o sexo. Foto: Shutterstock

 

Técnica de pompoar pode ajudar a vida sexual

Esse método asiático para exercitar os músculos da vagina e aumentar o prazer do sexo é praticado há mais de 3 mil anos. Ele nasceu na Índia, sendo aperfeiçoado no Japão e na Tailândia. É conhecido como pompoarismo.

 

A técnica de pompoar consiste em contrair os músculos vaginais durante a penetração, permitindo com eles massagear o pênis e levar o homem a um melhor orgasmo. Ela envolve diversas ações, como apertar, puxar, empurrar, torcer e alongar. Para chegar lá é preciso tonificar os músculos do assoalho pélvico e aumentar sua sensibilidade.

 

Depois de aprender esse método e reforçar os músculos do assoalho pélvico é possível sentir um prazer incrível executando essas ações. Quanto mais fortes seus músculos se tornam, maior será a intensidade do prazer que a mulher vai sentir.

 

O fortalecimento desses músculos também pode trazer outros benefícios para a saúde da mulher. Um estudo da Universidade de Queen, no Canadá, indica que exercícios de fortalecimento do assoalho pélvico durante e após a gravidez são eficazes para a diminuição da incontinência urinária após o parto.

 

Como praticar o pompoarismo

Para fortalecer os músculos vaginais é preciso exercitá-los todos os dias na manhã e na noite, e fazer pelo menos três conjuntos de 15 a 20 repetições de exercícios. Os resultados costumam ser notados já nas primeiras semanas. Veja como fazer.

 

Sente-se em uma cadeira com as mãos apoiadas na perna. Mantenha os pés paralelos e contraia os músculos vaginais, conte até três e relaxe. A cada dia, aumente gradualmente o tempo de contração para alcançar a contagem de dez. Nessa mesma posição, relaxe os músculos da vagina rapidamente. Para manter o ritmo, tente acompanhar uma respiração rápida.

 

Agora deite-se na cama e mantenha as pernas separadas e inclinadas. Coloque um dedo em sua vagina e aperte até sentir uma pressão – introduza dois dedos se não sentir com apenas um. Quanto mais pressão os músculos receberem, mais fortalecidos estarão.

 

Por fim, deite em um tapete de yoga e deixe os braços ao longo do corpo e as pernas dobradas. Agora contraia os glúteos e levante lentamente os quadris. Retorne lentamente à posição inicial e relaxe os glúteos. Na posição anterior, contraia o ânus três vezes sem relaxar. Será notada uma ligeira contração, seguida por uma mais forte.

 

Não é apenas para as mulheres

O pompoarismo não é apenas para as mulheres, já que uma técnica semelhante pode ser utilizada em homens. Esse método foi criado pelo orientador sexual Carlos Kadosh, especialista em sexualidade. Conhecido como “Método Kadosh”, ele é constituído por sete etapas e tem como objetivo o aumento de testosterona a partir de hábitos e práticas elaboradas.

 

Entre os preceitos básicos do Método Kadosh estão uma alimentação saudável, exercícios físicos e a prática do pompoarismo masculino, que ajuda a melhorar o desempenho sexual – ativa circulação e fortalece os músculos da pelve, em especial da musculatura ligada à ereção.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


DEIXE UMA RESPOSTA