[the_ad_group id="16401"]
Clínica Geral

Manual da Cirurgia de Fimose: tudo o que você precisa saber sobre a cirurgia que melhora a higiene do pênis e ajuda a prevenir DSTs

Por Redação Doutíssima 06/05/2014

Quem tem filhos sabe, a cirurgia de fimose pode ser um tópico já discutido desde o nascimento de um menino. É que desde o nascimento, os meninos têm uma certa pele (chamada de prepúcio) que cobre a cabeça do pênis (chamada de glande). Essa pele nasce bem fechada e dificulta ou impede a exposição da cabeça do pênis. Isso constitui a fimose. Aos 6 meses somente 20 % dos meninos conseguem expor totalmente a glande, mas quase 90 % já o conseguem aos 3 anos. Quando essa realidade não muda, o quadro ganha status de doença e deve-se fazer a cirurgia de fimose. Muitos homens crescem sem saber que sofrem de fimose e descobrem a doença já adultos, quando decidem passar pela cirurgia.

cirurgia de fimose

 

Tudo sobre a cirurgia de fimose

 

Algumas crianças são circuncidadas assim que nascem. Contudo, meninos ou adultos que não passaram pelo mesmo processo, podem recorrer à cirurgia de fimose quando o estreitamento do prepúcio causa dores, inflamações e infecções, como a urinária.

cirurgia de fimoseOs principais benefícios de operar a fimose são: a retirada do prepúcio permite a higiene adequada do pênis; permite uma futura vida sexual plena, com relações mais satisfatórias; diminui o risco de balano-postite (infecções do prepúcio e da glande), infecções urinárias, doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e do câncer de pênis; diminui o risco da futura esposa do rapaz desenvolver câncer de colo do útero.

Os médicos ressaltam as diferentes situações no caso da cirurgia de fimose segundo a variação de idade do paciente. A melhor idade para o homem passar pela cirurgia é entre os 7 e 10 anos, quando estão formando sua identidade sexual e podem compreender a necessidade da operação. Nessa idade eles também não têm ereções com a frequência da adolescência, o que facilita a recuperação pós-operatória. Contudo, os médicos explicam que quanto mais cedo ocorre a cirurgia de fimose, mais confortável é o pós-operatório, mas há menor garantia de que o problema se resolver.á Quanto mais tarde se operar, mais difícil é o processo pós-operatório, mas a eficácia da operação aumenta.

 

Como é a cirurgia de fimose?

A cirurgia é geralmente feita em Ambulatório, salvo casos onde há outras doenças envolvidas. Isso quer dizer que o paciente não precisa ficar internado nem antes nem após o procedimento. Essa é uma facilidade para a recuperação do paciente que também diminui os riscos de infecção hospitalar. A técnica cirúrgica utilizada pode variar de acordo com o cirurgião. A quantidade de pele à ser retirada também pode modificar de acordo com a idade do paciente e a intensidade da fimose.

cirurgia de fimose

 

Como é a recuperação pós-operatória?

As crianças podem operar no meio da semana e voltar às aulas na segunda-feira seguinte. O homem adulto pode voltar à suas atividades também dias depois, e o inchaço deve desaparecer em até duas semanas. O cuidado maior deve ser na prática de esportes e situações que podem causar traumas. É recomendado evitar exercícios físicos entre duas e três semanas ou até que a área desinche completamente. Tente deixar o pênis bastante confortável, usando roupas largas e de tecido macio. Podem ser usados medicamentos para aliviar a dor local.

Uma das dificuldades para os adultos que fazem a cirurgia de fimose são as dores e problemas com os pontos durante ereções involuntárias.Contudo, uma operação bem realizada garante que os pontos não estourem facilmente.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

 

O que é a fimose e como tratar

5 Check-ups que todo homem deveria fazer em si mesmo

Aumento peniano: aumentar o tamanho do pênis é realmente possível

Pênis: verdades, mentiras, curiosidades e astúcias

Doenças do pênis: sintomas mais comuns e como elas se manifestam?

Saiba mais sobre a candidíase no homem: sintomas e tratamento

Orgasmo feminino x masculino: saiba as diferenças


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]