[the_ad_group id="16403"]
Zen

Dê um tempo no estresse diário com 7 técnicas de meditação

Por Redação Doutíssima 22/09/2014

Após um dia de trabalho estressante, técnicas de meditação podem se tornar eficientes no combate às tensões do dia a dia. Isso pois além de inúmeros benefícios que a meditação pode trazer, as técnicas de meditação auxiliam a disciplinar e acalmar a mente, trazendo conforto emocional e aumentando nossa capacidade de concentração.

técnicas-de-meditação

Conheça as principais maneiras de relaxar corpo e mente. Foto: Shutterstock

Onde praticar as técnicas de meditação

Engana-se entretanto quem pensa que é preciso frequentar lugares específicos para usufruir dos benefícios das técnicas de meditação. É possível meditar em qualquer lugar, isso pois existem técnicas para todos os tipos de perfil: dá para meditar de olho aberto, vendo uma imagem bonita, entoando mantras ou simplesmente em silêncio, num lugar calmo.

Se você se interessou em praticar técnicas de meditação no seu alívio diário do estresse conheça as diferentes modalidades que podem ser feitas de acordo com o seu estilo e tire assim maior proveito dessa prática.

Principais técnicas de meditação

– Corpo são

Como o próprio nome diz, essa técnica visa trazer uma maior sanidade mental para a pessoa que a pratica. A técnica consiste na prática de apoios fisiológicos que são usados para melhorar o estado mental. É uma das mais comuns e simples de fazer.

Para isso é preciso concentrar-se na respiração, nas batidas do coração ou na pulsação do corpo. Sente na chamada pose de índio, com a coluna reta e as pernas cruzadas. Feche os olhos e focalize o fluxo de ar que entra e sai de seus pulmões.

– Cristã e bhakti-ioga

Uma das mais espiritualizadas técnicas de meditação, a prática da meditação Cristã e bhakti-ioga tem o foco nas divindades, orações ou textos sagrados. Resgatada pelo monge beneditino inglês John Main (1926-1982), a técnica está baseada na repetição de um mantra (sons).

Para executá-la, sente-se com as costas retas em um lugar tranquilo, duas vezes ao dia, no período da manhã e à noite. Depois, feche os olhos e repita o mantra Maranatha, que em aramaico significa “Venha, Senhor. Venha, Senhor Jesus”.

– Transcendental

Para quem busca uma meditação rápida, a dica é a transcendental. Ela não requer técnica de concentração ou contemplação. A meditação transcendental se baseia na repetição de um som particular só conhecido pelo iniciado.

– Zen-Budista

Uma das técnicas dessa corrente do budismo é a meditação andando do monge Thich Nhât Hanh. A prática da meditação zen-budista consiste em, ao caminhar, contar os passos e sincronizá-los com a respiração.

– Dinâmica

Essa técnica de meditação é criada especialmente para os ocidentais pelo líder espiritual Mohan Chandra Rajneesh, o Osho. A técnica consiste na mistura de elementos de várias culturas, como músicas, danças e movimentos para se conectar com o presente.

– Raja Yoga

O foco dessa técnica de meditação está na reflexão. Para executá-lo, sente-se numa posição confortável e de olhos abertos. Os praticantes mentalizam pontos positivos da natureza humana, como perdão, bondade, generosidade, compaixão e amor incondicional.

– Concentração

Essa técnica se baseia na emissão dos mantras. É comum nas práticas hinduístas e budistas. Os praticantes concentram-se num desses aspectos e fazem com que pensamentos e emoções se direcionem a ele.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]