Pele

Peeling químico aplica ácidos sobre a pele. Veja como funciona

Por Redação Doutíssima 16/10/2014

O peeling químico é um procedimento estético que utiliza ácidos aplicados na pele. O benefício desse tratamento é que ele auxilia a retirar camadas danificadas de células, promovendo assim um crescimento da pele de forma lisa e saudável.

peeling-químico

Tratamento ajuda a retirar manchas da pele e marcas de acne. Foto: iStock, Getty Images

As pessoas costumam usar o peeling químico na pele do rosto, mãos e pescoço, para retirar manchas e marcas de acne, idade ou cicatrizes, conseguindo um bom resultado.  Só é preciso tomar cuidado, pois a pele fica sensível após o procedimento e é necessário que se passe hidratante e que se utilize sempre o filtro solar. A vantagem desse tratamento é que os resultados podem ser vistos desde a segunda sessão.

 

Tipos de peeling químico

 

– Superficial

 

É ótimo para clarear manchas e retirar rugas superficiais e marcas de acne. Esse tipo de peeling remove a camada mais superficial da pele.

 

– Médio

 

Esse peeling pode ser utilizado para tratar rugas e marcas mais profundas. Nesse peeling são usados ácidos que retiram as camadas superficial e média da pele.

 

– Profundo

 

É recomendado para pessoas que queiram tratar a pele danificada pelo sol ou com grandes cicatrizes. Esse peeling remove as camadas até o nível externo.

 

Como funciona o peeling químico

 

O peeling químico aplica um ácido sobre a pele em forma de máscara ou em líquido. Vários tipos de ácidos podem ser utilizados no procedimento, como o glicólico, o tricloroacético e o retinoico, dentre outros. A substância utilizada vai depender da pele do paciente e do resultado que deseja atingir.

 

O preço do peeling químico varia bastante, dependendo do lugar onde você fizer e do tipo de tratamento que deseja. Em média, o peeling custa entre 150 a 300 reais em casos mais simples. Entretanto, quando existem grandes inflamações e o tratamento da pele é mais complexo, o peeling pode chegar a custar 1500 reais.

 

Lembrando sempre que esse procedimento precisa ser feito por um dermatologista. Tome cuidado com a clínica que você escolher e certifique-se que o lugar é seguro e vai atender as suas necessidades.

 

O peeling químico é um processo estético que te possibilita acordar de pele nova. Todavia, não adianta você realizar esse tratamento e não cuidar da pele depois. Ter uma boa alimentação, beber bastante água, deixar maus hábitos de lado (álcool e cigarro) e praticar exercícios físicos são formas de ajudar a sua pele a ficar ainda mais bonita.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros