Remédios Caseiros

Magnésio é relaxante muscular natural. Confira indicações

Por Redação Doutíssima 28/10/2014

A rotina cada vez mais agitada, o estresse diário e horas no trânsito são as principais queixas quando o assunto é dores no corpo, especialmente no pescoço e toda a região lombar.

 

Quando se fala em alimentação saudável para o organismo, sempre lembramos da necessidade de ingestão do cálcio, da vitamina C e do potássio, mas esquecemos de um potente relaxante muscular natural: o magnésio.

Mineral tem vários benefícios e poucas contraindicações. Foto: iStock, Getty Images

Mineral tem vários benefícios e poucas contraindicações. Foto: iStock, Getty Images

Para dar fim às terríveis dores musculares, até mesmo aquelas que já se tornaram crônicas, é indispensável ter alimentação saudável e equilibrada, dosando bem as vitaminas e minerais. O que pouca gente sabe é que a necessidade diária de magnésio é a mesma do cálcio, com 1.500 mg. E ambos são de extrema importância.

 

Enquanto o cálcio atua na contração da musculatura lisa e esquelética, o magnésio é responsável pelo relaxamento. Além de agir para o bom funcionamento dos músculos e dos nervos, também é fundamental para aumentar a densidade óssea e aliviar contusões.

 

O magnésio é um mineral muito importante para o funcionamento do corpo humano por estar presente em centenas de processos biológicos e reações metabólicas indispensáveis.

 

Uma dieta carente deste nutriente pode, além das dores no corpo causadas por contrações musculares, ser a causa de tremores, de câimbras, TPM (tensão pré-menstrual), fadiga, insônia, enxaqueca e taquicardia.

 

Algumas linhas de pesquisa também associam a deficiência de magnésio no organismo a doenças como a síndrome da má absorção, doença de Crohn, doença celíaca, doenças renais e alcoolismo.

 

Onde encontrar magnésio

 

Este nutriente é especialmente encontrado em verduras e hortaliças, especialmente as folhas de cor verde escura. Produtos marinhos, soja e seus derivados como tofu, bebidas e farinha, derivados do leite, nozes, castanhas, grãos integrais, arroz, damasco seco, abacate, banana, beterraba, grão-de-bico, aveia, pistache, caju, amêndoas e sementes também contam com o mineral.

 

A castanha do Pará e a semente de abóbora também são excelentes fontes, com 400mg e 353mg (respectivamente) em cada 100g do alimento citado. O consumo de álcool e cafeína prejudicam a ação do magnésio, já que favorecem sua eliminação através da urina.

 

Crie meios de inserir estes alimentos na sua dieta em todos os momentos do dia. Pode começar a manhã com leite e fatias de pão integral, comer algumas castanhas no lanche, consumir uma boa porção de legumes cozidos no almoço, uma banana grande de lanche da tarde e para a janta, carne com mix de folhas. Pensando assim, fica bem possível!

 

Outras funções do magnésio

 

O mineral ainda é benéfico para a saúde e juventude, já que atua no combate aos radicais livres, grandes responsáveis por uma série de doenças, envelhecimento celular e consequente envelhecimento na aparência de pele e cabelo.

 

O nutriente também auxilia na prevenção de espasmos das artérias coronárias e as arritmias, além de ajudar a limpar as veias, o que o torna um grande amigo do sistema cardíaco. Sintomas e complicações trazidas pelo diabetes e hipertensões são diminuídas e prevenidas pelo consumo adequado de magnésio.

 

 


Sites parceiros