Guia do Sexo Anal

Desvende os principais mitos e verdades sobre sexo anal

Por Redação Doutíssima 03/11/2014

Aí está um tema que provoca reações e ideias divergentes sempre que vem à tona: o sexo anal, ainda um tabu social. Muitas pessoas o consideram anti-higiênico e algumas mulheres pensam que ele é somente fonte de dor e não de prazer. Alguns ainda o consideram uma prática sexual suja e imoral. Para não ficar só no “achismo”, desvende aqui os principais mitos e verdades sobre sexo anal e descubra todos os prazeres que ele reserva, tanto para o homem quanto para a mulher.

mitos e verdades sobre sexo anal

Há muitas ideias erradas no senso comum sobre o sexo anal. Foto: iStock, Getty Images

Principais mitos e verdades sobre sexo anal

Mito 1 – é sujo

A troca de fluidos corporais é uma das características do sexo, e a prática anal não é mais impura do que qualquer outra. Entre os mitos e verdades sobre sexo anal está a falsa ideia de que ele é mais sujo.

Como antes de qualquer outro tipo de relação, é importante que se tome um banho e lave em torno do ânus. O pênis deve-se ser limpo logo após a penetração e a camisinha trocada antes da penetração vaginal.

Mito 2 – gravidez

Presente nos itens que compõem a lista de mitos e verdades sobre sexo anal, a gravidez é mito e não pode acontecer dessa forma. Nessa prática, a penetração acontece em parte do canal e do reto, ligados ao intestino somente – diferentemente da vagina, que está ligada com os órgãos reprodutivos femininos. O uso de preservativos, porém, é indispensável, como veremos depois.

Mito 3 – hemorroida

Muito comum em grávidas durante a gestação e depois do parto, a hemorroida é causada pelo aumento de pressão nas veias do ânus, que incham e ficam doloridas. Ao contrário de que muitos pensam, o sexo anal não causa esse nódulo – ao contrário, pode servir como tratamento.

Os movimentos do pênis podem recolocar as veias no lugar, fazendo com que o problema acabe. Tudo vai depender do ritmo da penetração.

Verdade 1 – doloroso

Um dos principais tópicos entre os mitos e verdades sobre sexo anal, a dor está presente no sexo anal, pelo menos inicialmente. O que acontece é que o ânus não produz lubrificação natural, diferente da vagina.

É importante, portanto, que se use lubrificante para facilitar a penetração, além de se dilatar a musculatura da região com a ajuda dos dedos. A posição para diminuir a dor deve ser a de conchinha.

Verdade 2 – orgasmo

A mulher pode alcançar o orgasmo com sexo anal, assim como no vaginal. Tudo é uma questão de estímulo. Mas já que os nervos e tecidos do ânus são diferentes, o orgasmo também será. A prática, nesse caso, ajudará o casal a ganhar mais sintonia.

A masturbação durante a relação e exercícios frequentes de pompoarismo podem potencializar o prazer e tornar a prática mais confortável.

Verdade 3 – Aids

Entre os mitos e verdades sobre sexo anal é correto afirmar que a modalidade é um dos modos mais frequentes de se contrair o vírus HIV, ou seja, a Aids. As microfissuras que podem acontecer na região do ânus e reto durante a penetração facilitam a passagem do vírus através do líquido seminal. Outras DSTs também podem ser passadas do mesmo modo. A camisinha é essencial.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


Sites parceiros