Esporte > Exercícios

Circuito funcional é opção para queimar gordura

Por Redação Doutíssima 27/11/2014

Interessada no projeto verão para chegar à estação mais quente do ano em boa forma? Ainda dá tempo de queimar muita gordura e uma das melhores opções é o circuito funcional.

Conheça o circuito funcional

O circuito funcional consiste em treinos que geralmente turbinam a queima de calorias, pois combinam exercícios aeróbicos aos funcionais e com alta intensidade. Essa é uma ótima dica para quem deseja emagrecer rápido e definir a musculatura.

circuito-funcional

Treino funcional potencializa resultados ao trabalhar músculos de forma integral. Foto: iStock, Getty Images

As atividades aeróbicas aceleram o metabolismo, fazendo o corpo buscar mais energia e queimar mais gordura. Nesse circuito, você combina movimentos que usam a força, usando a capacidade do corpo e, com isso, os exercícios são excelentes para definir os músculos sem exageros.

O treino funcional anda revolucionando a forma como as pessoas costumavam malhar. A qualidade do movimento é respeitada e trabalha os músculos de forma integrada, não isolados como na musculação tradicional.

No exercício funcional são priorizados os movimentos da forma como são praticados na vida cotidiana e com padrões dos movimentos humanos, como as ações de agachar, levantar, lançar, puxar, entre outros.

A ideia é construir um corpo forte, sem ser exageradamente musculoso, mantenho as formas equilibradas. O circuito funcional ainda visa minimizar o índice de lesões causadas pelo excesso de malhação e por exercícios errados.

Entre os benefícios, estão: conquistar uma barriga sequinha e zerada, diminuir o risco de lesões, corpo forte, mas equilibrado e feminino, secar a gordura e ter músculos firmes e torneados.

Como é um treino no circuito funcional

Para compor um treino que queime bastante gordura, alie o aeróbico ao circuito funcional. Por exemplo, escolha um aparelho aeróbico, como a bicicleta ergométrica ou a esteira. E para queimar mais, alterne treino intenso com leve.

O ideal é começar os primeiros minutos de forma leve, alterar para o aeróbico pesado e rápido e voltar para o leve para ganhar fôlego. Em seguida, comece o circuito funcional, pois já estará com o corpo bem aquecido.

Escolha exercícios que exigem força e serão feitos com menos repetições e de forma sequencial, sem intervalo. Cada exercício será feito apenas uma série. Após completar todo o circuito, descanse cerca de 1 minuto. Após este período, retome o circuito, executando todas as atividades novamente. Faça de três a cinco circuitos rápidos.

Alguns exercícios funcionais

Agachamento com bíceps

Sentada em uma cadeira que fique na altura dos seus joelhos, segure um haltere em cada mão. As pernas devem ficar afastadas na altura dos quadris. Levante-se e erga os braços como se quisesse levar as mãos aos ombros. Depois eleve os braços acima da cabeça. Volte executando os exercícios de forma inversa.

Afundo alternado

Fique em pé, com as pernas flexionadas e pés da largura do quadril, então coloque as duas mãos na cintura. Dê um passo para trás com um dos pés, sem tirar o da frente do lugar. Agache com esse pé de trás até o joelho quase tocar o chão. Volte à posição inicial e realize o movimento com o outro lado.

Flexão

Essa flexão é feita com os joelhos apoiados no chão. As mãos ficam com as palmas para baixo e os cotovelos devem ficar flexionados. Incline o corpo em direção ao chão e estique os braços para elevar novamente o corpo.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


Sites parceiros