[the_ad_group id="16401"]
Sexualidade

Descubra uma nova fonte de prazer e faça sexo na praia

Por Redação Doutíssima 09/01/2015

Férias, lugares exóticos, momentos íntimos com o amado. E se esse cenário pudesse incluir um gostoso e ardente sexo na praia? Para alguns ouvir o som do mar quebrando nas rochas e sentir o cheiro da maresia não mexe tanto com os sentidos. Mas para outros é excitante. Por isso muitos casais não ficam só na imaginação, mas colocam o desejo em prática.

Sexo na praia exige planejamento

É claro que você e o seu gato não vão sair transando em qualquer canto da praia, no meio da areia em plena luz do dia para todo mundo ver. Sexo na praia exige um pouco mais de planejamento.

sexo na praia

Bom senso e discrição devem ser maiores que o desejo. Foto: iStock, Getty Images

O ideal é escolher um lugar tranquilo frequentado por pouquíssimas pessoas. Se caso o desejo for dentro d’água o cuidado deve ser maior ainda. Afinal, há crianças por todo o lugar.

O melhor lugar para fazer sexo na praia

Você e seu gato estão no maior tesão e loucos para sentir um ao outro num gostoso sexo na praia. Se o local for deserto, escolha um cantinho isolado em meio a pedras e coloque sua canga ou toalha no chão e seja feliz. Nunca faça direto na areia, pois o risco de contrair alguma micose ou coisas do tipo é grande.

A melhor posição para o sexo na praia é o homem ficar sentado de pernas abertas e a mulher subir nele. Não vá fazer movimentos intensos e gritar, hem? Relaxe. Fique quietinha e friccionando seu clitóris no púbis dele. Aproveite o momento.

Agora, se você e seu gato querem fazer sexo na praia e o local é dentro do mar, o lugar tem que ser isolado mesmo. Ou, pelo menos, longe de outras pessoas. Escolha o lado mais vazio da praia. Novamente o silêncio é importante, assim como os movimentos delicados.

Vá com seu gato até uma profundidade onde a região do quadril possa ficar escondida. Daí, envolva suas pernas na cintura dele e afaste o biquíni. Segure firme o bumbum dele, assim você consegue controlar o ritmo.

Cuidado com os curiosos

Pior do que provocar a inveja de alguém que gostaria de fazer sexo na praia, ou acabar com a inocência de uma criança é ter seu ato sexual gravado e publicado na internet. Não pense que só porque vocês estão numa praia deserta ou tomaram todos os cuidados que um curioso não possa registrar o momento íntimo de vocês.

Na verdade, isso é muito comum. Sites de pornografia caseira ou de flagras estão cheios de vídeos de casais transando sem medo em lugares que eles julgam serem seguros. Por isso, o cuidado deve ser redobrado.

Sexo na praia pode dar cadeia

Fazer sexo na praia é considerado ato obsceno e delito incondicional. E só passa a ser investigado e os envolvidos punidos se alguém fizer denuncio do ato. De acordo com o Código Penal Brasileiro em seu artigo 233 do, é crime “praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público”. A pena é de três meses a um ano de prisão ou multa.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]