A mini-abdominoplastia é uma pequena cirurgia plástica abdominal, que elimina a gordura e a flacidez na área entre o umbigo e a região púbica. Ela consiste em um pequeno corte na região púbica abdominal, a fim de retirar a pele excedente.

O envelhecimento natural, a hereditariedade, a gestação e as oscilações de peso podem ocasionar alterações estéticas e funcionais no abdômen, que pode levar as pessoas a procurarem por uma mini-abdominoplastia.

Mini-abdominoplastia elimina gordura e flacidez entre o umbigo e região púbica. Foto: Shutterstock
Mini-abdominoplastia elimina gordura e flacidez entre o umbigo e região púbica. Foto: Shutterstock

O excesso de pele na parte inferior do abdome associado a uma diástase (afastamento excessivo) do músculo reto abdominal são as alterações que mais incomodam os pacientes. As queixas funcionais são geralmente a dor abdominal, a alteração do ritmo intestinal e as assaduras na região.

Como é feita a mini-abdominoplastia

Dependendo de cada caso, pode ser realizada anestesia geral ou epidural. O procedimento da mini-abdominoplastia leva duas horas, em média.

O cirurgião realizará a mini-cirurgia através de uma pequena incisão na região púbica. Em seguida, ele faz o descolamento da pele e do tecido adiposo até ao umbigo, que vai permitir, por estiramento, a remoção do excesso de pele e da gordura dessa área. Depois disso, é efetuada a reparação da parede muscular, cuja tonicidade se encontra muitas vezes diminuída.

Além da mini-abdominoplastia, muitos pacientes optam por fazer juntamente uma lipoaspiração, a fim de obter uma melhor definição da parte superior e da cintura abdominal. Nesses casos, a cirurgia pode levar mais algumas horas.

Riscos do procedimento

A mini-abdominoplastia apresenta alguns riscos, como o de trombose venosa profunda (que pode ser diminuído com a administração de Heparina no pré-operatório), infecção e reabertura dos pontos. Esses riscos podem ser facilmente evitados se o profissional for experiente e responsável, fazendo um trabalho de excelência e dando ao paciente todas as recomendações necessárias para as fases pré e pós-operatória.

A mini-abdominoplastia não é recomendada para pessoas com excesso de pele acentuado e pouca elasticidade cutânea, pessoas com grandes acúmulos de gordura na zona do abdômen e pessoas que apresentem patologias associadas, como doenças cardiovasculares, diabetes, asma, grandes fumadores ou doentes submetidos a tratamentos com corticóides. Ainda assim, cada caso deve ser avaliado individualmente.

Pós-operatório

No período pós-operatório da mini-abdominoplastia, o paciente é orientado a utilizar uma cinta abdominal durante cerca de 45 dias, evitar esforços nas primeiras semanas e ficar levemente curvado para frente nos primeiros 15 dias para evitar a reabertura dos pontos.

Geralmente, a recuperação é rápida e o paciente volta às atividades de rotina em menos de 30 dias. Passado esse período, é aconselhável a realização de cerca de 20 sessões de drenagem linfática, que irá ajudar a desinchar e diminuir possíveis hematomas.

Os cuidados pós-operatórios da mini-abdominoplastia incluem realizar pequenas caminhadas em casa para promover a circulação, evitar uma alimentação flatulenta para não distender o intestino, dormir virado para cima e com uma almofada por baixo dos joelhos na primeira semana, evitar exercícios bruscos e intensos durante o primeiro mês.

Além disso, é essencial consultar o médico, antes de resolver voltar a realizar exercícios físicos ou atividades extenuantes. É também aconselhável realizar sessões de drenagem linfática pós-operatória que ajudarão a reduzir o edema e a evitar irregularidades do contorno.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

 

Conheça os malefícios do sobrepeso para sua saúde bucal

Tratamento para obesidade: quando é hora de procurar e quais os melhores tratamentos paracombater o excesso de peso

Ler as informações nutricionais do rótulo dos alimentos pode ajudar a perder peso

Não espere mais! Aprenda como acelerar o metabolismo e perca peso ainda mais rápido

Composição corporal: o que você precisa saber para perder peso com saúde e de maneira definitiva

DIETA DE PROTEINAS : Já ouviu falar na dieta de proteínas? Saiba mais sobre essa dieta, suasconsequências e possíveis benefícios para saúde e perda de peso

Saiba mais sobre a nova maneira de perder peso: aplicativos para dieta nos smartphone

16 dicas para perder peso

Antes e depois: Mãe de dois, Perlla comemora perda de peso

Metade da população de São Paulo está acima do peso

Aparelho de Musculação ou peso livre: qual a diferença?

8 Hábitos que garantem uma dieta para perder peso

Um em cada três adultos tem excesso de peso ou é obeso

Como aumentar seu peso

Os benefícios do óleo de abacate

Como fazer uma máscara de abacate para hidratar profundamente os cabelos

Alimentos cítricos ajudam a melhorar o ânimo

Está abaixo do peso? Aprenda a fazer uma dieta para engordar de maneira saudável

Conheça as melhores dietas para 2014

Alimentação saudável: saiba quais são as gorduras do bem e onde encontrá-las

Coma melhor e fique bem com o espelho! Dicas de alimentação para evitar a celulite


DEIXE UMA RESPOSTA