[the_ad_group id="16401"]
Remédios Caseiros

Agave: aprenda a fazer remédios caseiros

Por Redação Doutíssima 18/01/2015

O agave é nativo da América Central e cresce principalmente no deserto. É uma espécie de cactus e, no México, é a planta da qual é extraída a tequila, bebida tradicional daquele país. Com mais de cem diferentes espécies, também era bastante usada pelos maias e astecas e tem mais ou menos as mesmas propriedades da aloe vera.

 

A planta inteira é comestível, desde folhas, caule, flores e o néctar. O consumo pode ser feito por meio de xarope, chá do sumo do caule, suco feito com as folhas da planta, e o néctar, que também é a matéria prima para a produção de adoçante natural.

 

Ainda que seja usado para a fabricação de bebidas e sucos, o agave tem também infinitos benefícios para nossa saúde. Pode ser usada como laxante, combatendo a prisão de ventre e outros problemas intestinais e distúrbios digestivos.

Agave

Originária da América Central, é a planta usada para fazer a tequila. Foto: iStock, Getty Images

Agave previne osteoporose

 

Também apresenta ótimos resultados com a prevenção da osteoporose, especialmente por apresentar em sua composição diversos sais minerais, como ferro, potássio, cálcio e magnésio. Também é utilizada como antisséptico bucal e de forma preventiva, é usada na prevenção do diabetes.

Mas atenção, apenas como preventivo, portanto não é indicada para quem já tem diabetes. Também pode ser usada para tratar úlceras no estômago, artrite e tem poder de reduzir a absorção de gordura e colesterol que é feita pelo nosso intestino.

Para consumo, não há problema em se utilizar toda a planta, especialmente as folhas, com a seiva, que podem ser usadas para fazer chás e sucos.  

Esta planta apresenta alta produção de açúcar em seu núcleo, principalmente na forma de frutose e, a partir de seu sumo, é extraído um néctar que é matéria-prima para um xarope natural, mais doce do que qualquer outro açúcar, e com menos calorias, por isso é bastante usado em dietas, em substituição aos açúcares comuns.

Os açúcares naturais do agave são chamados agavinos. Eles não são absorvidos pelo organismo, por isso não podem aumentar a taxa de açúcar no sangue. A afirmação partiu de um estudo de pesquisadores mexicanos do Centro de Investigação e de Estudos Avançados, Biotecnologia e Bioquímica Irapuato de Guanajuato, no México.

Agave é adoçante natural

 

O estudo foi realizado em ratos, que tiveram os níveis de glicose diminuídos e o peso reduzido depois de consumir esses açúcares. Agave é um adoçante natural, possui um baixo índice glicêmico, não contém glúten e é isento de lactose.

 

O agave é mais facilmente encontrado em lojas de produtos naturais. Possui a consistência de mel e adoça até 4 vezes mais que o açúcar branco. Para adoçar um copo de 250 ml é necessário apenas 1 colher (chá) de extrato de agave.

Também pode ser utilizado na culinária como substituto do açúcar, sem alterar o sabor dos alimentos. Também é considerado uma excelente e saudável opção de substituição do açúcar no leite, café, chá ou ainda sobre frutas.

Apesar de reduzidas calorias e inúmeros benefícios à saúde, é recomendado a não utilização por diabéticos que apresentem níveis altos de glicose no sangue, especialmente enquanto ainda estão sendo feitos estudos sobre os benefícios da planta.

Grávidas também devem evitar o consumo. Em doses exageradas ou muito concentradas, a planta pode gerar distúrbios digestivos.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]