[the_ad_group id="16403"]
Clínica Geral

Alerta aos jovens: conheça as causas de infarto antes dos 40 anos

Por Redação Doutíssima 30/04/2014

Engana-se quem pensa que o infarto só acomete pessoas acima dos 40 anos de idade. Tem se tornado cada vez mais frequente a ocorrência de infartos em jovens. As causas de infarto são muitas.

Entre elas, pode ser citado desde o estresse e a competição excessiva no mercado de trabalho, o sedentarismo e as refeições assíduas em fast-foods, incorrendo numa alimentação pobre em vegetais, legumes e frutas, além de noitadas em claro e até questões relacionadas ao histórico familiar com doenças cardíacas e outros fatores de risco comuns ao infarto, sendo este fenômeno mais um reflexo do estilo de vida atual.

causas de infarto

As causas de infarto em jovens também podem ser de razão genética. Foto: Shutterstock

Apesar do que se supões sobre o infarto do miocárdio em adultos jovens, que seria mais grave nesta faixa etária e que a probabilidade de morte é maior, a gravidade é a mesma que ocorre em pessoas mais velhas.

Algumas causas de infarto

O infarto em pessoas com menos de 40 anos está associado a uma série de fatores de risco, sendo que a grande maioria está atrelada a um estilo de vida pouco saudável. O cigarro é apontado como um dos principais vilões neste processo. Isto porque 81% dos jovens que sofrem um infarto possuem o hábito de fumar. Outro fator bastante prejudicial é o consumo de drogas, como as anfetaminas. Elas são responsáveis por 25% de infartos em pessoas mais jovens.

Contudo, as causas de infarto em jovens não param por aí e também podem ser de razão genética ou de um conjunto de doenças que tornam uma pessoa mais propensa ao problema cardíaco. Normalmente, os jovens que sofrem infarto apresentam dois ou mais fatores de risco, sendo eles obesidade, hipertensão, diabetes, colesterol elevado e histórico familiar.

Além destas causas de infarto, os jovens costumam apresentar algumas condições especiais de saúde, que podem incluir alterações da coagulação, como a doença de Leiden, vasculites (um conjunto de doenças que causa inflamações nos vasos) e até mesmo insuficiência renal em hemodiálise com início na infância e doenças autoimunes, como o lúpus.

Sintomas

Os sintomas do infarto em jovens não são muito diferentes daqueles gerados pela doença quando ela atinge pessoas mais velhas. Assim sendo, a falta de ar e a dor no peito que se propaga para o braço, causando formigamento no braço, na mão e na garganta, costumam caracterizar os sintomas do infarto que acomete os adultos jovens. A dor derivada do infarto geralmente é muito forte, podendo resultar, até mesmo, em uma queda ou desmaio da pessoa.

Da mesma forma que ocorre quando uma pessoa mais velha sofre um infarto, o atendimento necessita ser imediato. A demora na reação ao infarto coloca em risco a vida do indivíduo. No entanto, se o atendimento for realizado rapidamente por um profissional de saúde, a chance de recuperação é grande.

A mortalidade intra-hospitalar em pessoas com menos de 40 anos após o infarto é menor do que quem se encontra na faixa etária entre 45 e 70 anos. A sobrevida após dez anos de infarto também é maior em quem o sofre antes dos 45 anos de idade.

 

https://www.youtube.com/watch?v=S-akQOVVa5s

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

Síndrome de Dressler: saiba mais sobre a inflamação que pode surgir após o infarto

Infarto na mulher: o que acontece quando o ataque cardíaco ocorre no público feminino

Alto risco! Infarto em jovens e pessoas com menos de 40 anos são mais perigosos

Relógio da apple será capaz de prever ataque cardíaco

Alerta: 4 Coisas que você sente antes de um ataque cardíaco (infarto)

Dor no peito? Saiba o que o seu corpo quer dizer com este sinal

Entenda o que são as doenças cardiovasculares e quais são os grupos de risco


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]